Obra da adutora Zona Oeste está concluindo mais uma etapa

Por: Carlos Lara - carloslara@saaesorocaba.sp.gov.br

Depois de serem vencidas as etapas das ruas Celidônio do Monte, Frei Paulo Maria e Ernesto de Souza Pinto, no Jardim Magnólia; e rua Inglaterra, no Jardim Europa, as obras de implantação da nova adutora de água tratada da Zona Oeste estão agora sendo concluídas no trecho que corresponde à avenida Santa Cruz, no Jardim Vera Cruz.

De acordo com o projeto elaborado pela equipe técnica do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba, a nova adutora de 800 milímetros de diâmetro, em ferro fundido, tem um total previsto de 1.751 metros de extensão, dos quais 1.235 já foram implantados, restando portanto 516 metros para a sua conclusão, cuja previsão é para o final de março próximo.

Na atual frente de trabalho, dos 500 metros projetados para a avenida Santa Cruz, 350 já estão concluídos. Os tubos da nova adutora nesta via começaram a ser assentados a partir do cruzamento com a rua Serafina Milego Latorre e estão subindo no sentido bairro-centro.

Nesta semana o trabalho está concentrado próximo ao cruzamento com a avenida Dr. Armando Pannunzio, que na próxima etapa da obra será atravessada nos dois sentidos das suas pistas, com os tubos entrando em seguida na alameda Itália, até o cruzamento com a rua Inglaterra, onde a nova adutora já está concluída.

Segundo o diretor-geral interino da autarquia, engenheiro Rodolfo Barbosa, a nova adutora de água tratada possui a mesma dimensão da maior adutora de água bruta da cidade, 800 milímetros de diâmetro, “e nosso objetivo com a sua implantação é ampliar a distribuição na Zona Oeste da cidade, uma região que também vem se desenvolvendo com velocidade, beneficiando assim toda aquela população, que é abastecida a partir dos Centros de Distribuição instalados nos bairros do Central Parque, Ipatinga e Júlio de Mesquita Filho”.

Ainda segundo o engenheiro Rodolfo, tão logo o traçado de implantação das tubulações seja concluído, a autarquia realizará as interligações nas duas extremidades, “ou seja, dentro da Estação de Tratamento de Água Dr. Armando Pannunzio, a ETA Cerrado, e na avenida Santa Cruz, nas proximidades do cruzamento com a rua Serafina Milego Latorre”, explica o diretor-geral.

Pessoal e investimento próprios

Empregando funcionários, máquinas, caminhões, guindastes e demais equipamentos todos próprios, as obras de implantação da nova adutora de água tratada da Zona Oeste de Sorocaba representa um investimento de R$ 2,3 milhões, também com recursos próprios, que corresponde portanto a apenas o valor dos tubos que estão sendo empregados, nos 1.751 metros de extensão da nova linha de adução.