Ação de conscientização sobre álcool e direção aborda 2 mil pessoas

Por: Aline Lima - Programa Estágio - Supervisão - Marcelo Andrade

“Um Brinde a Responsa” é o nome da campanha lançada pela Guarda Cívil Municipal (GCM), que integra a Secretaria de Segurança e Defesa Cívil (Sesdec), em parceria com Secretaria da Mobilidade e Acessibilidade (Semob – Urbes), com o intuito de alertar a população sobre os riscos da ingestão irresponsável do álcool associado à direção de veículo automotor. A ação de conscientização, ocorreu na noite de quarta-feira (20), na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), onde cerca de 2 mil pessoas foram abordadas.

A atividade educativa que atende à Resolusão nº 722, de 06 de fevereiro de 2018, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), estabelece o tema e o cronograma das campanhas educativas a serem realizadas, segundo Luiz Carlos Fachim, secretário de Mobilidade e Acessibilidade e presidente Urbes. “No mês de junho devemos trabalhar a conscientização sobre o perigo do consumo de álcool e a condução veicular”, explica.

“A campanha “Um Brinde a Responsa” sugere a questão do motorista da rodada. Se fez uso de bebida alcoolica, não dirija. Temos meios alternativos de transporte e um transporte público que funciona em Sorocaba” explica Jefferson Gonzaga, secretário da Sesdec, ao comentar sobre a campanha.

“Um Brinde a Responsa”

Nesta quarta-feira (20), houve mais um dia de ação de consientização, onde foi montada uma estrutura na entrada do Ceagesp na qual as pessoas puderam tirar uma foto com o cão terapeuta Mayke, da GCM. A equipe de Educação para o Trânsito, da Urbes, conversou com os condutores e trabalhadores do local e, na ocasião, entregou material informativo sobre o tema. Foram abordadas cerca de 2 mil pessoas no total.

O alerta foi para que o cidadão se programe ao sair de casa e escolha um do grupo para que não beba e possa dirigir. A ideia é que as pessoas abordadas na ação multipliquem a mensagem entre os familiares e amigos.

O que diz o CTB

De acordo com o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), quem for flagrado sob efeito de álcool (com até 0,29 mg de álcool por litro de ar expelido) comete infração gravíssima (7 pontos na CNH), com multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses. O veículo ainda fica retido até a apresentação de outro condutor habilitado e em condições de dirigir. Em caso de reincidência em menos de 12 meses, o valor da multa é dobrado, ou seja, de R$ 5.869,40.

Já o condutor que atingir ou ultrapassar o limite de 0,30 mg de álcool por litro de ar expelido dos pulmões comete crime de trânsito, pelo artigo 306 do CTB, que prevê penas de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

Tags:,