Ações da ‘Sorocaba Cidade da Aprendizagem’ iniciam pelo Carandá

Por: Leandro Nogueira - lmnogueira@sorocaba.sp.gov.br

As primeiras ações do conceito “Sorocaba Cidade da Aprendizagem” devem iniciar pelo Residencial Carandá. Em reunião no gabinete do prefeito José Crespo na manhã da quinta-feira (11), a secretária de Educação Marta Cassar apresentou a proposta ao prefeito e outros secretários municipais presentes. Uma Cidade de Aprendizagem é aquela que orienta as suas políticas públicas para promover a educação ao longo da vida, dentro e fora da escola. A expectativa da secretária Marta Cassar é que em 30 dias as primeiras atividades estejam atendendo a sociedade.

O prefeito Crespo apoiou a ideia do trabalho iniciar pelo residencial, onde vivem quase dez mil pessoas. “Entendi, aceito e estou entusiasmado”, respondeu o prefeito em resposta à proposta, dando o aval para a secretária Marta Cassar coordenar o trabalho entre as secretarias. A secretária de Educação afirma que as ações serão pensadas para todo o município, terão início pelo Residencial Carandá e se expandirão por todo o território da cidade.

A professora Marta Cassar citou que uma das primeiras atividades no Residencial Carandá pode ser a de identificar as pessoas que possuem conhecimento que possam ser difundidos em proveito de todas as outras pessoas da sociedade. “A difusão de uma receita, um método para realizar alguma atividade que faz parte do cotidiano das famílias ou outros conhecimentos”, afirmou.

Outras iniciativas de serviços públicos do município, prestados pelas tanto pela Secretaria da Educação como pelas diversas outras secretarias municipais, serão definidos para também fazer parte das atividades.

A secretária adjunta da Educação, Viviane Arruda, e a gestora de Desenvolvimento Educacional da Secretaria da Educação, Isabel Cardoso, apresentaram detalhes das propostas na reunião desta quinta-feira. No final de abril elas participaram do encontro da Rede Mundial das Cidades de Aprendizagem da Unesco, com profissionais de 40 cidades da América Latina e do Caribe, na província de Villa Maria, em Córdoba, na Argentina.

Com os custos pagos pela Unesco, as duas professoras da Secretaria da Educação participaram do encontro que promoveu a troca de experiências e o desenvolvimento de soluções que influenciam diretamente a vida dos cidadãos, especialmente na área da educação e ainda as preparam para planejar os programas a serem realizados em Sorocaba.

Também participaram da reunião no gabinete e deram apoio à iniciativa da Secretaria da Educação: o secretário de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fioravante; o secretário da Cidadania e Participação Popular, Mário Bastos com secretária adjunta Gislaine Vilas Boas Simões; representando o secretário de Comunicação e Eventos, Eloy de Oliveira, a secretária adjunta Fabiana Blaseck Sorrilha; o secretário da Cultura e Turismo, Werinton Kermes com a secretária adjunta Margarete Christofani e o secretário de Meio Ambiente, Parques e Jardins, Jessé Loures.

 

Tags:, , , , , ,