Ações de Educação Ambiental atingiram quase 90 mil sorocabanos em 2014

A Prefeitura de Sorocaba promoveu em 2014 uma série de atividades de Educação Ambiental no município. Ao longo do ano, 89.750 pessoas – em especial estudantes da rede pública de ensino fundamental e médio – participaram das ações educativas da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), sejam em visitas monitoradas nos parques naturais, clubes ecológicos, oficinas, exposições, entre outras.

Sorocaba tem atualmente vários projetos de educação ambiental com objetivos bem concretos em relação às necessidades do município, como a questão da conservação da água, o problema das queimadas, a arborização urbana e também em relação à sustentabilidade em geral, como o consumo consciente, por exemplo. 

“Muitas dessas ações acontecem em nossos parques naturais e são voltados aos alunos da rede pública e particular, mas também acessíveis à comunidade em geral. Além disso, também temos projetos acontecendo nos bairros, como o Coletivo Ambiental de Aparecidinha”, explica Welber Smith, diretor de Educação Ambiental da Sema.

Este trabalho é feito realizado sob uma perspectiva democrática, considerando as ações educativas com enfoque no meio ambiente. As atividades são baseadas na Política Municipal de Educação Ambiental (Lei nº 7.854, de 16 de agosto de 2006), que dispõe sobre a educação ambiental, regulamentada pelo decreto nº 18.553, de 16 de setembro de 2010.

“A equipe da Secretaria do Meio Ambiente trabalha em diversas frentes ao longo do ano, como campanhas educativas, visitas monitoradas nos parques, oficinas e formações, educação e interação socioambiental em diversos espaços da cidade, educação ambiental institucional, pesquisa em educação ambiental em parceria com as universidades e abordagem na Rede Sorocabana de Educação Ambiental”, explica Welber Smith.

Desde 2009, o município também conta com um calendário oficial de datas alusivas ao meio ambiente – através da Lei nº 8.812 de 15/07/2009 – que comemora 12 datas, dentre as quais: Dia do Rio Sorocaba, Dia do Cerrado, Dia do Planeta Terra, Dia da Árvore e Dia do Pau-Brasil. Em todas elas, a Prefeitura realiza atividades de Educação Ambiental para sensibilizar a população. Conforme dados da Sema, em 2014, 540 pessoas participaram dessas ações comemorativas.

 

Nos parques ecológicos

Atualmente Sorocaba conta com sete parques ecológicos em áreas de preservação naturais fechadas com visitação pública, que são administrados pela Secretaria de Meio Ambiente: Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, Parque Natural “Chico Mendes”, Parque da Biquinha, Parque da Água Vermelha “João Câncio Pereira”, Parque Natural “Ouro Fino”, Parque Natural Municipal Corredores de Biodiversidade “Marco Flávio da Costa Chaves” e Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas”.

Nestes espaços, a Secretaria do Meio Ambiente contabilizou que 17.059 pessoas participaram gratuitamente das visitas monitoradas. Cada parque trabalha um tema diferente. Além disso, todos os parques contam com sistema de sinalização educativa e roteiros de autoguia, promovendo um trabalho educativo democrático e com enfoque socioambiental. 

Um dos parques mais visitados em Sorocaba é o Zoológico “Quinzinho de Barros”. Em outubro do ano passado, na véspera de aniversário de 46 anos do Zoo (19/10), a Secretaria do Meio Ambiente preparou atividades especiais, entre elas uma homenagem especial a alguns animais do Zoo, que ganharam presentes especiais e bolos elaborados com alimentos da dieta de cada bicho. Neste dia foi registrado um público superior a 15 mil pessoas no local.

O Zoo é referência em toda América Latina nas áreas de lazer, pesquisas, educação ambiental, preservação e reprodução de espécies. Inclusive, ele é um dos primeiros zoológicos do país a realizar programas na área de educação ambiental, desde 1979, que buscam conscientizar sobre o meio ambiente através do lazer. Entre os projetos, se destacam o Clube Conservadores da Natureza, passeios orientados de escolas, projetos de férias, entre outros.

Os Clubes Ecológicos dos parques também consistem em atividades permanentes. Além de formar agentes multiplicadores das questões ambientais, a ideia é proporcionar exercícios de cidadania, incentivar os participantes a respeitarem o meio ambiente e a refletirem sobre questões como a poluição, caça predatória, queimadas, desmatamentos, entre outros assuntos. “Com os nossos clubes, utilizamos o tempo livre dos participantes para uma atividade saudável, educativa e – ao mesmo tempo – divertida durante o ano inteiro”, conta Welber.

Os Clubes Ecológicos são oferecidos em quatro parques da cidade: Biquinha, Zoológico, “Chico Mendes” e no Água Vermelha. De acordo com a Sema, durante todo o ano de 2014, os clubes atenderam 117 pessoas semanalmente.

 

Programação especial de férias

Em 2014, somente nos programas de “Férias nos Parques” foram atendidas 1.698 crianças e adolescentes nos meses de janeiro e julho. “Neste ano, o número de vagas aumentou. Em 2015, somente na programação de férias de janeiro, estão sendo atendidas 1.370 pessoas no total”, enfatiza Welber.

Além das 280 vagas oferecidas nos programas “Naturando”, “Férias na Bica”, “AnimaZoo”, “Aquagito” e “Férias no Parque da Biodiversidade”, foram disponibilizadas 120 vagas para as Visitas Noturnas no Zoo, 640 para o “Curtindo o Zoo” e 330 nas oficinas gratuitas do Jardim Botânico.

 

Tags:, , ,