Agente Comunitária de Saúde cria grupo de alfabetização em UBS

Por: Marcelo de Almeida Júnior - marcalmeida@sorocaba.sp.gov.br

Uma realização rara e com um grande desafio teve início no mês de fevereiro em Sorocaba. Trata-se da criação de um grupo de alfabetização para adultos na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Vitória Régia. A ideia inicial nasceu através da agente comunitária de saúde, Raquel Paulino. Iniciado no dia 7 de fevereiro, o grupo já possui 24 inscritos e ainda possui vagas para pessoas maiores de 18 anos que queiram se alfabetizar.

Raquel é servidora da Prefeitura de Sorocaba há seis anos e conta que a ideia surgiu de uma forma inusitada. A UBS Vitória Régia conta com uma biblioteca comunitária com mais de 700 livros, que funciona todas as quartas-feiras, das 14h às 16h, e vários usuários da unidade passam por consulta e aproveitam para levar algum livro emprestado. Em uma das situações, uma senhora foi acompanhar a mãe na consulta e presenciou a biblioteca com todas aquelas obras, ao observar, ela comentou à Raquel que gostaria de levar um livro, mas que ainda não sabia ler. Naquele momento, a funcionária que acabara de se formar em pedagogia, teve a ideia de criar um grupo de alfabetização adulto para a comunidade.

Com o apoio da coordenação e equipe da UBS, uma “vaquinha” foi feita para a compra de cadernos, canetas, lápis e uma lona para dividir o espaço onde são realizadas as aulas. “Como não tínhamos uma sala, tivemos a ideia de comprar uma lona que separasse o nosso espaço e de forma improvisada e criativa, montamos nossa sala de aula”, relata a profissional. Além de Raquel, as aulas também são ministradas pela agente comunitária de saúde e pedagoga, Sueli Cardoso, e com a colaboração de Leia Souza que também é agente.

Terezinha Alves, de 59 anos, já participou de três aulas e foi a personagem que motivou esse projeto na UBS. “Eu vi o livro na biblioteca, quis levar, mas comentei que ainda não sabia ler. Se depender de mim, não faltarei em nenhuma aula, pois me ajudará a ser mais independente no meu dia a dia”, explicou a aluna.

Para Antonio Correia, de 70 anos, o projeto está de parabéns e deseja que mais iniciativas dessas sejam realizadas para a comunidade. “Eu vim passar em consulta na UBS e fui informado que as inscrições estavam abertas para o grupo de alfabetização, me inscrevi imediatamente. Quando cheguei em casa, informei minha esposa da inscrição e ela fez questão de começar a frequentar as aulas comigo”, contou Antonio.

O curso tem duração de seis meses e é destinado para pessoas analfabetas e semianalfabetas com mais de 18 anos. Caso alguém se interesse em participar da turma, basta procurar as agentes comunitárias de saúde, Sueli ou Raquel, na UBS Vitória Regia, que fica situada à rua Francisco Silva Martins, 35, das 7h às 19h.

 

 

 

 

Tags: