Caminhada da Inclusão abre Semana da Pessoa com Deficiência na 2ª feira

 

Conscientização sobre vagas preferenciais de estacionamento e transmissão pelo Youtube também marcam primeiro dia. 

Uma caminhada pelas ruas do centro, com objetivo de sensibilizar os sorocabanos sobre as dificuldades sentidas diariamente pelas pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, abre, oficialmente, a Semana Municipal da Inclusão e de Luta da Pessoa com Deficiência, na segunda-feira (23), às 9h, na Praça Frei Baraúna. A Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid) desenvolverá uma série de atividades especiais até o próximo dia 29. Serão atividades nas áreas de esporte, serviços, cultura e lazer. A programação completa está disponível por escrito e em áudio no site cidadania.sorocaba.sp.gov.br.

Com concentração a partir das 8h, a Caminhada da Inclusão sairá da “Frei Baraúna”, às 9h, e passará pelas ruas Cesário Mota e São Bento com destino à Praça Coronel Fernando Prestes. Organizada pela Coordenadoria de Políticas para a Pessoa com Deficiência da Secid, a mobilização tem apoio do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (CMPcD) e instituições e entidades da sociedade civil.

Quem estiver pela região central na segunda-feira poderá presenciar também a ação educativa “Esta vaga não é sua nem por um minuto!”, que acontecerá de forma simultânea. Das 7h30 às 10h, cinco vagas comuns de estacionamento da Rua da Penha serão ocupadas por cadeiras e será aplicada uma “multa moral a eventuais infrações, visando chamar a atenção dos motoristas sobre o respeito às vagas preferenciais PcD. No período da tarde, das 15h às 16h, a atividade se repetirá no estacionamento descoberto do Pátio Cianê Shopping.

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), o Censo 2010 registrou 126.898 sorocabanos com algum tipo de deficiência física, mental, auditiva ou visual – o equivalente a 27,6% da população. A secretária Suélei Gonçalves vê a Semana Municipal da Inclusão e de Luta da Pessoa com Deficiência como uma oportunidade de levar informação e combater preconceitos. “Muitos de nós sequer pensamos nestas questões por não vivenciarmos. Por isso, vamos abrir a programação com ações que nos façam sentir na pele a dificuldade dos outros e nos conscientizarmos pela empatia”, acredita.

“Inclusão na Lata”

No dia 23, o Clube do Idoso, no bairro Pinheiros, vai se transformar em um estúdio. Das 16h30 às 18h, o “Inclusão na Lata”, canal de vídeos do Youtube, vai transmitir ao vivo um programa especial sobre a Semana Municipal da Inclusão e de Luta da Pessoa com Deficiência. Desde novembro de 2017, o programa traz, de forma inteligente e divertida, informações relacionadas ao universo das pessoas com deficiências.

Com apresentação da jornalista Renata Lellis e do músico Dudé, todos os vídeos contam com recursos de audiodescrição, legendas e interpretação na Língua Brasileira de Sinais (Libras). Para acompanhar o programa, procure por “Inclusão na Lata” no Youtube, facebook.com/inclusaonalata e instagram.com/inclusaonl.

Histórico

A escolha do 21 de setembro como o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência remete ao início da primavera. Estação conhecida pelo aparecimento das flores, ela simboliza o nascimento e renovação permanente da luta das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Embora fosse lembrada em diferentes locais do Brasil desde 1982, a oficialização da data se deu pela Lei n.º 11.133, de 14 de julho de 2005.

A Lei n.º 13.146, de 6 de julho de 2015, conhecida como Lei Brasileira da Inclusão da Pessoa com Deficiência (ou Estatuto da Pessoa com Deficiência), passou a considerar crime praticar, induzir ou incitar discriminação de pessoa em razão de sua deficiência, assim como abandonar pessoas ou cometer violência de qualquer natureza. Em Sorocaba, a Lei n.º 11.849, de 20 de dezembro de 2018, instituiu o dia 21 de setembro como o Dia Municipal da Inclusão e de Luta da Pessoa com Deficiência.

A estrutura da Secid dispõe da Coordenadoria de Políticas Públicas da Pessoa com Deficiência, que tem por função coordenar, formular, promover e acompanhar ações e projetos relativos à população PcD. Ela atua de forma conjunta ao CMPcD, órgão oficial de participação da sociedade civil no processo de proposição, elaboração, execução e fiscalização de Políticas Públicas. Ambos estão sediados no CCPcD (Rua João Gabriel Mendes, 351, Vila Gabriel) e o telefone de contato é o (15) 3224-4636.

Por meio da Lei n.º 11.683, de 23 de março de 2018 – de iniciativa do Poder Executivo -, o CMPcD teve seu caráter alterado de consultivo para deliberativo; sua nomenclatura oficial passou a ser Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida; a criação de um Fundo Municipal para gerir recursos específicos ao órgão.

No dia 3 de dezembro de 2018, a Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou um novo símbolo universal de acessibilidade, representado por um círculo, com figura humana universal com os braços abertos ao centro, que simboliza a inclusão e a harmonia entre os seres humanos em sociedade. Em 2019, a Secid incluiu este símbolo no logotipo do CMPcD, que conta inclusive com uma versão produzida por impressora 3D, voltada a pessoas com deficiência visual.

Tags: