Ciclo de aceleração 2019/2020 do PTS impressiona empreendedores

Por: Marcelo Macaus

Os 80 empreendedores selecionados para o ciclo de aceleração 2019/2020 ficaram impressionados com os programas que serão oferecidos pela prefeitura, por meio do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba). Na noite de sexta-feira (30),  todos puderam conhecer um pouco da metodologia que será aplicada ao longo do ano, em parceria com o Sebrae-SP.

O gestor comercial Roberto Tomozawa, 48 anos, foi um dos empreendedores selecionados. Fundador da Web-Ótica, uma plataforma que conecta especialistas do ramo ótico ao consumidor, comentou que a riqueza de informações, mesmo apresentadas de forma prévia na noite de sexta-feira, já o deixou muito entusiasmado. “O evento foi fantástico, agregou valor e eu tenho certeza que todos nós cresceremos muito com este programa”, diz o empreendedor que atua há mais de 20 anos no mercado ótico.

Fundador e CEO da Fala Education – plataforma que se utiliza do idioma para o desenvolvimento profissional e para objetivos de vida –, Jonas Vieira, 24, foi outro que ficou impressionado com os conhecimentos que deve adquirir ao longo do ciclo de aceleração. “Estou muito surpreso com a qualidade do programa, que será intenso desde o começo”, afirma.

Na opinião do presidente do Parque Tecnológico, Roberto Freitas, receber as 80 novas startups para o novo ciclo foi o pontapé inicial de um grande projeto em favor do empreendedorismo do futuro. “Não tenho dúvidas de que será o melhor programa de aceleração que Sorocaba e região já tiveram”, complementa.

Já para o consultor do Sebrae em Sorocaba, Davi Paunovic, o evento foi um marco histórico para o PTS. Ele, que também é especialista em competitividade, explicou que todos os programas são inclusivos e vão colaborar para alavancar os negócios das startups selecionadas. “O Parque Tecnológico está colocando a Região Metropolitana de Sorocaba cada vez mais na economia digital, uma tendência que está ganhando o mundo”, destaca. “Isso é um momento muito especial para todos nós.”

Os programas

Conforme a analista de aceleração do PTS, Ana Geórgia Damasceno Barbosa, as 80 startups selecionadas vão integrar três etapas distintas do ciclo de aceleração 2019/2020. A primeira delas, chamada de Idea Lab, é voltada àqueles que possuem uma ideia que ainda não saiu do papel. A segunda é a Pré-Speed, que vai reunir empresas que já têm um negócio rodando e que necessita de ajustes. E a terceira é o Programa de Aceleração que oferece apoio aos que estão num estágio mais avançado.

Ainda segundo ela, durante o ciclo os empreendedores vão receber uma série de atividades que incluem temas técnicos e variados a serem aplicados por mentores de renome nacional e internacional e haverá ainda um encontro para discutir problemas e ideias. “Nosso objetivo é fazer com que todas as startups saiam prontas para o mercado e movimentem a economia da Região Metropolitana de Sorocaba”, conclui.

Tags: