Cobertura da Arena Multiúso será transportada durante a madrugada

Por: Eduardo Santinon – esantinon@sorocaba.sp.gov.br

Estrutura será transportada em quatro carretas. O translado está autorizado para ocorrer na terça e na quarta-feira da próxima semana

Fotos: http://agencia.sorocaba.sp.gov.br/galeria/arena-multiuso-estrutura-da-cobertura/

A Secretaria de Mobilidade, Desenvolvimento Urbano e Obras (Semob) informa que o transporte das estruturas metálicas que serão utilizadas para a cobertura da Arena Multiúso terá início na próxima semana e será feito em dois dias, durante a madrugada. Um esquema especial, envolvendo batedores e a Polícia Rodoviária, foi montado para viabilizar o traslado, como forma de não prejudicar o trânsito, principalmente nas rodovias da região.

A estrutura está acomodada em quatro carretas, sendo que as duas primeiras estão liberadas pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER) para fazer o transporte durante na madrugada de terça-feira. As outras duas seguem viagem no dia seguinte, na quarta-feira, também a partir das 2h. O transporte, a montagem e a instalação da cobertura estão a cargo da empresa Forte Metal.

A estrutura total da cobertura da Arena Multiúso terá 240 toneladas, incluindo os fechamentos laterais e superior, também em metal. São nove bases de sustentação em aço, pesando 15 toneladas cada, compostas por duas peças de 28 metros e outra de 12 metros de extensão. O material está pré-montado e, desde a semana passada, carregado nas carretas, no pátio da unidade 2 da Forte Metal, localizada no bairro Iporanga. A montagem final será feita no local da obra.

“Só aguardávamos a liberação, que agora saiu”, aponta a supervisora de logística da Forte Metal, Nilza Guilherme da Silva. O trajeto da composição será feito pelas rodovia Senador José Ermírio de Moraes (Castelinho), Dr. Celso Charuri e, por último, Raposo Tavares, onde está localizada a Arena Multiúso, na altura do quilômetro 106. “A previsão é que o percurso seja concluído em uma hora e meia, pois cada carreta tem 30 metros de comprimento e 6,7 metros de largura, e deve trafegar a 30 quilômetros por hora”, destaca.

Porém, ela alerta que caso haja imprevistos, como chuva forte ou acidente da rodovia nas datas agendadas, há risco de que o transporte das estruturas seja adiado. Engenheiro da Semob, Nivaldo dos Santos esclarece que as chuvas têm atrapalhado o cronograma de obras na Arena Multiúso, mas que a programação ainda está dentro do planejado e as obras devam ser concluídas até o final do ano. “Sem contar a burocracia, pois há uma série de trâmites que precisam ser obtidos para viabilizar todo o processo, como licenças de transporte, o que demanda tempo de espera”, destaca.

Montagem

A estrutura da cobertura da Arena começará a ser descarregada das carretas na manhã da terça-feira (22). Serão utilizados dois guindastes, que suportam, respectivamente, cargas de 30 e 80 toneladas. “Depois serão feitas as emendas na cobertura e só a partir daí é que será realizado o içamento de toda a estrutura e a colocação dela na Arena”, adianta Tarcisio Madureira, engenheiro da Forte Metal.

Para esse procedimento, um terceiro guindaste será acionado, desta vez com capacidade para içar 240 toneladas de carga. A previsão é que a montagem da cobertura dure aproximadamente 45 dias. A estrutura será diferente da primeira e permitirá melhor aproveitamento da luz e ventilação natural. Terá ainda tratamento termoacústico.

Os pilares de sustentação da cobertura estão prontos. Eles foram reconstruídos, de forma reforçada, após os danos causados a partir da queda da cobertura da Arena Multiúso, em fevereiro do ano passado. Num dos lados da Arena, dos 11 pilares, nove passaram por reforma. Do outro lado da Arena, outros nove foram refeitos, aponta o engenheiro Antonio Carlos, da Progedior, responsável pela construção da Arena e que está arcando com os custos da reforma, inclusive da nova cobertura.

Paralelamente à montagem da cobertura, as frentes de trabalho da empresa contratada darão sequência às obras na Arena, como construção de contrapiso e intervenções elétricas e hidráulicas. O custo da obra é de aproximadamente R$ 16,7 milhões e a área de construção soma 5.889 m². A Arena Multiúso está sendo edificada na pista sentido interior-capital da rodovia Raposo Tavares e terá capacidade para, aproximadamente, cinco mil pessoas. A obra faz parte do futuro Centro Olímpico, projetado para ter piscina, ginásio poliesportivo e pista de atletismo.

Tags:,