CRE recebe exposição da artista Sarah Arruda

Por: Bruno Rodrigues

O saguão do Centro de Referência em Educação (CRE), que fica localizado na Rua Artur Caldini, 211 no Jardim Saira, recebeu nesta segunda-feira (17) as obras da artista plástica, Sarah Heloisa Arruda, que fazem parte de sua exposição intitulada ‘sentimentos’.

O secretário da Educação, André J. Gomes, explica que o CRE pretende receber cada vez mais obras de artistas locais. “A ideia é tornar o Centro de Referência em Educação um verdadeiro polo de atrações artísticas e culturais. Temos recebido diversas exposições de nossas escolas, além de esculturas e telas de criadores extremamente talentosos. O CRE está de portas abertas para receber a comunidade para contemplar essas verdadeiras obras de artes expostas em nosso espaço”, disse o secretário.

A artista paulistana de 31 anos, que vive em Sorocaba há 24, expõe suas obras desde 2015. A convite do secretário André, ela montou um varal artístico com as telas em papel canson e traços feitos a caneta preta posca e permanente. Segundo a Sarah, suas obras transmitem a linha de traços femininos, preto e branco simbolizando a liberdade da mulher e seu corpo. “Essa exposição surgiu da ideia de expressar os meus sentimentos em forma de inspirações que vêm do coração e da liberdade feminina”, conta.

Sarah explica como surgiu sua relação com a arte abstrata. “Tudo começou quando eu estava cursando artes visuais. Com a ajuda da minha professora Mirella Mostoni, fiz meus primeiros desenhos com a ideia de um desabafo íntimo baseado em sentimentos de tristeza e amor”, revela. “Desenho desde criança e sempre gostei de rabiscos sem formas. Conforme eu ia desenhando ia surgindo detalhes mais concretos de acordo com a imaginação de cada pessoa que observava”, disse. “Gosto da arte abstrata, sem muito sentindo ou riqueza de perfeição, é uma fuga da realidade que nos leva à reflexão e novos olhares”, completa.

Além das telas, a artista plástica trabalha com outros tipos de materiais. “Esse ano, além das artes que vendo em molduras, fiz também buttons, abridores de garrafas e canecas para divulgação, pra sentir que cada um pode levar um pedacinho do sentimento em forma de arte abstrata em alguns desses objetos”, conclui.

Muito mais por Sorocaba!

Tags: