Curso online para manipulação de alimentos torna obtenção de licença da Visa mais ágil

Por: Marcelo Andrade

O processo para obtenção da licença da Vigilância Sanitária (Visa) deverá se tornar mais ágil a partir de amanhã, quarta-feira, quando o cidadão pode realizar o curso voltado à manipulação, armazenagem e preparo de alimentos – que é obrigatório para quem pretende montar um negócio desse segmento -, online, sem ter que esperar que seja formada uma nova turma do curso, até então presencial. Além disso, sem a realização do curso de forma presencial, haverá uma maior otimização dos agentes de fiscalização, que podem estar atuando nas ruas.

O treinamento online foi desenvolvido pelos técnicos do setor de Tecnologia da Informação, da Secretaria de Planejamento e Projetos (Seplan), em parceria com a Secretaria da Saúde (SES). “Nós temos intensificado com as secretarias as possíveis demandas e necessidades que elas possuem e, sobretudo, naquilo que a Seplan pode auxiliar no que se refere a criar mecanismos que facilitem a vida do cidadão quando este precise do Poder Público”, explicou o secretário da Seplan, Luiz Alberto Fioravante.

Com conteúdo prático e com recursos de audiovisuais e cartilhas, o treinamento auxilia os comerciantes e os manipuladores a preparar, armazenar e a vender, de forma adequada, higiênica e segura, com objetivo de oferecer alimentos saudáveis aos consumidores através do cumprimento das regras da Resolução n.º 216/04, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Portaria do Centro de Vigilância Sanitária (CVS), do Governo do Estado de São Paulo, n.º 05/2013, voltadas aos serviços de alimentação, como padarias, cantinas, lanchonetes, bufês, confeitarias, restaurantes, cozinhas industriais e cozinhas institucionais.

O trabalho do manipulador de alimentos é fundamental para garantir alimentos mais seguros e proteger a saúde dos consumidores. Desta forma, oferecemos um treinamento totalmente EAD e gratuito para este público”, explicou a secretária da Saúde, Marina Elaine Pereira.

Com o curso de forma online, o processo para obtenção da licença da Vigilância Sanitária (Visa) deverá se tornar mais ágil. Até então, a pessoa para obter a licença obrigatoriamente precisava participar do curso presencial, com carga horária de quatro horas de duração, e que era realizado na Área em Vigilância Sanitária, localizada na rua Nain, 57, no Jardim Betânia. Além disso, havia a necessidade de esperar que fosse formada uma nova turma do curso, o que em alguns casos poderia levar cerca de dois meses. “Essa nova ferramenta, além de facilitar a vida do cidadão, também traz benefícios à administração, já que possibilita que o fiscal, que até então teria que ficar em sala de aula, poderá atuar nas ruas cumprindo sua função”, explicou Marcelo Antonio Escobar, chefe de Divisão de Gestão de TI, da Seplan.

A participação é gratuita e aberta a toda a comunidade, que também poderá, por meio de uma cartilha, aprender à manipulação correta de alimentos. Já o certificado será emitido/válido apenas para os participantes que estão em processo de obtenção do alvará”, completou Jefferson Campos, chefe de Seção.

Para participar, basta o interessado acessar o formulário de inscrição disponível na página da Prefeitura na internet e preenchê-lo. Logo após, a Visa irá entrar em contato para a liberação do acesso ao sistema.

Tags:,