Dia da Cidadania levará orientações e serviços à população LGBT

Por: Secom / Secid

Palestras e oficinas com informações sobre a emissão de documentos, cuidados e atendimentos de saúde, defesa pessoal e nas áreas Jurídica e de Psicologia. São algumas das atrações do Dia da Cidadania LGBT, previsto para o próximo dia 18, um sábado, das 13h às 18h, no Palácio da Cidadania. A programação é uma iniciativa da Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid), por meio da Coordenadoria LGBT, com apoio da Secretaria da Saúde (SES) e instituições da sociedade civil.

Uma reunião definiu os últimos detalhes da organização do evento na noite da última segunda-feira (6), também no Palácio da Cidadania. O encontro desenvolveu ainda uma roda de conversa, com participação do Conselho Municipal dos Direitos da População LGBT (CMDLGBT), para ouvir demandas da comunidade LGBT, ação que será feita periodicamente, com o objetivo de estimular a participação da sociedade civil no processo de elaboração, implantação e execução de políticas públicas voltadas aos LGBT.
Ao longo de todo o Dia da Cidadania LGBT, uma oficina trabalhará o tema “Criatividade e Acolhimento: Sexualidade LGBT”, sob a coordenação de estagiários do curso de Psicologia da Universidade Paulista (Unip). O Serviço de Assistência Municipal Especializada do Centro de Testagem e Aconselhamento (Same/CTA) vai realizar testes rápidos e distribuir kits de materiais informativos e de prevenção às IST/Aids. O público terá disponível a emissão de certidões para a retificação de nome social e uma oficina de defesa pessoal, com Anderson Carvalho.
Já a programação de palestras começará às 14h, com diferentes assuntos de hora em hora: “Direitos da Mulheres (cis, trans e lésbicas…) e Rede de Apoio”, com a presidente da comissão da Mulher Advogada da subseção de Sorocaba da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Helena Mascarenhas Ferraz; “Orientações sobre o processo de retificação e binariedade”, com representantes da Associação Transgêneros de Sorocaba (ATS), Thara Wells eAugusto Neves; e “A Saúde da População LGBT: cuidados e prevenção”, com a coordenadora do Same/CTA, Helena Solla.
Sorocaba é uma das poucas cidades brasileiras a contar com um conselho municipal voltado exclusivamente aos direitos da população LGBT. Instituído em 23 de agosto de 2018, a criação do CMDLGBT se deu por um projeto de lei de autoria do Poder Executivo.

Muito Mais por Sorocaba!

Tags: