DICA DE QUEM SABE – Prestar atenção nos rótulos dos alimentos é garantia de escolhas mais saudáveis

Por: Secom Sorocaba

Antes de adquirir produtos em supermercados é importante conferir o rótulo na embalagem. Porém essa tarefa pode não ser fácil para algumas pessoas e desta maneira fica difícil fazer escolhas conscientes e mais saudáveis. Visando contribuir com a melhoria da saúde e qualidade de vida da população, a Secretaria da Saúde (SES) dá algumas dicas importantes para a população verificar antes de consumi-los.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão do Governo Federal, é responsável pela regulação da rotulagem de alimentos que estabelece as informações que um rótulo deve conter, como a classificação do tamanho da porção de cada alimento a ser ingerida e os valores diários de cada produto, que mostram a referência de energia de alguns nutrientes, gorduras, carboidratos, proteínas, sódio e outras substâncias que são fornecidas por uma porção do alimento.

A primeira dica importante e que poucas pessoas sabem é sobre a ordem decrescente dos ingredientes num rótulo. “O primeiro ingrediente da lista é aquele que está em maior quantidade no produto”, explica a nutricionista da SES, Marina Borelli. Uma bolacha água e sal, por exemplo, de uma determinada marca, tem os ingredientes na seguinte ordem: farinha de trigo fortificada com ferro e ácido fólico, gordura vegetal, açúcar, sal refinado e bicarbonato de sódio. Ou seja, o ingrediente mais utilizado na fabricação da bolacha é a farinha de trigo.

Além disso, quanto mais ingredientes estão descritos no rótulo, significa que mais processado ele é. O ideal é que as pessoas evitem bolachas, salgadinhos, refrigerantes, doces e sucos de caixinha. “Ao invés do suco de caixinha, o ideal é o suco natural. E melhor ainda é consumir a própria fruta e assim obter todas as vitaminas, minerais e fibras do alimento”, enfatiza a nutricionista.

Outra informação importante é para as pessoas com Diabetes Mellitus. A atenção aos alimentos com açúcares em sua composição, sendo ele diet ou light, é muito importante. “O produto light pode até ter açúcar, por isso o alimento diet é o mais indicado, porque possui a restrição de fato dos açúcares”, orienta a profissional da Secretaria da Saúde.

Já quem tem pressão alta, deve prestar atenção na quantidade de sódio descrito na informação nutricional dos rótulos. “Os produtos que contenham sacarina e ciclamato de sódio devem ser consumidos com moderação, pois embora sejam adoçantes, são substâncias que contêm sódio”, explica a nutricionista.

Para quem tem doença celíaca, deve ter atenção à lista de ingredientes dos alimentos que contêm em sua composição trigo, aveia, cevada e centeio e seus derivados. O rótulo deve conter a advertência: “Contem Glúten” ou “Não contém Glúten”. Em casa, uma das possíveis substituição para receitas nesse caso é a farinha de arroz. “O ideal é que as pessoas sempre procurem um nutricionista para melhor adequação da alimentação”, conclui.

 

Muito mais por Sorocaba!

Tags: