E.M. “Matheus Maylasky” realiza 4ª Caminhada Histórica e Cultural

Por: Bruno Rodrigues

A E.M. “Matheus Maylasky” realizou, na manhã de quarta-feira (3), a 4ª Caminhada Histórica e Cultural. O ato contou com a participação de 25 estudantes, integrantes do Grêmio Estudantil, professores e estudantes universitários do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) da Universidade Federal de São Carlos (UFScar), mãe de alunos, professores da escola e integrantes do suporte pedagógico.

A caminhada que percorreu o bairro da Vila Santana foi guiada pelo antigo morador do bairro, Sr. Daniel Matucci, e pela orientadora pedagógica, Adilene Cavalheiro. O ponto de partida do passeio foi a Paróquia Santa Rita de Cássia, construída em 1923. A ação tem o objetivo de tornar a aprendizagem mais significativa, oportunizando aos estudantes a leitura de mundo, construída pela história e cultura do bairro no qual a escola Matheus Maylasky está inserida. “Valorizar os espaços de memória da nossa cidade por meio da história e cultura do bairro é reconhecê-lo também como espaço de aprendizagem”, diz a orientadora.

A estudante do 8° ano, Giovana de Oliveira Simões, de 14 anos, acompanhou atentamente as explicações do percurso. “Conhecer a história das casas de seu Daniel na Vila Santana, aprender sobre a origem da Igreja Santa Rita, as casas antigas e seus assoalhos, além de umas das maiores feiras de Sorocaba foi incrível”, revela.

A aluna conta também que obteve aprendizado sobre seus familiares inseridos na cultura histórica do bairro. “As histórias dos ferroviários e de suas famílias e o jeito amigável que eles tinham entre si é surpreendente, além de podermos ver os prédios antigos que faziam parte da ferrovia, assim como a lanchonete e o postinho dos funcionários, é como voltar ao tempo”, relembra a estudante.

Segundo o Prof. Dr. Paulo César Oliveira (Unicamp), é a primeira vez que o Pibid estabeleceu a parceria entre a escola e universidade envolvendo as instituições UFSCar (campus Sorocaba) e a E.M. Matheus Maylasky. E é também a primeira atividade de caráter interdisciplinar envolvendo a relação entre os bolsistas dos dois cursos de graduação, que diz respeito ao conhecimento da escola e do seu entorno. “O evento proporcionou aos bolsistas a aquisição de saberes históricos, os quais norteiam a existência da unidade escolar Matheus Maylasky até os dias de hoje”, explica.

Segundo a diretora, Fabiana Boschetti Nunes, além das casas tradicionais, a caminhada passou pelas oficinas da Estrada de Ferro Sorocabana e Praça “Frank Speers” (Largo do Líder). “Conhecer a história de Sorocaba é fundamental no processo de construção e de valorização do sentimento de pertencimento à cidade”, conclui a diretora.

Tags: