ESPECIAL ZOO 50 ANOS – Educação Ambiental é um dos principais trabalhos do zoo de Sorocaba

Por: Neide Barbosa

O Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros” está completando 50 anos de existência neste ano (20 de outubro). Mas o destaque do parque não vai só para a preservação do meio ambiente, pelos animais ali encontrados ou pela reserva de 40 mil metros quadrados de Mata Atlântica. Outro trabalho que tem sido fundamental no zoo é a Educação Ambiental, oferecida a grupos de estudantes e de entidades não só de Sorocaba, mas de outras cidades do Estado de São Paulo.

A equipe do Setor de Educação Ambiental do zoológico de Sorocaba desenvolve uma série de ações com os visitantes com o intuito de informar e sensibilizar as pessoas sobre assuntos relacionados ao Meio Ambiente, com ênfase na conservação de espécies da fauna.

De acordo com a técnica ambiental da Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), Peônia Brito de Moraes Pereira, responsável pelo setor de Educação Ambiental do zoo, há muito tempo, os zoológicos deixaram de ser apenas aquele espaço de lazer. “Suas funções são mais abrangentes para a sociedade e a educação ambiental é uma das funções atuantes do zoo de Sorocaba”, explica a bióloga que é responsável por todas as atividades educativas do parque.

Peônia vai mais além quando explica a exata função da Educação Ambiental no zoológico de Sorocaba. “A nossa função não é apenas mostrar os animais que estão aqui no parque, mas também de sensibilizar as pessoas para a conservação das espécies na natureza. Aqui no parque essas pessoas recebem as informações e vão coloca-las em práticas no seu ambiente familiar, de trabalho, social, etc”, explica a bióloga, ressaltando que não tem ideia de quantos grupos já passaram pela educação ambiental do parque, mas aposta em milhares deles.

Dentre as atividades realizadas pelo setor de Educação Ambiental do parque estão as Visitas Monitoradas, Visitas Noturnas, Curso de Férias (Animazooo), Clube Conservadores da Natureza (CCN), Zooeduca (empréstimo de materiais didáticos para instituições de ensino localizadas no município de Sorocaba, inclusive animais taxidermizados), além do ‘Zoo vai à comunidade’, quando equipes do parque realizam ações externas nas comemorações de datas temáticas, como por exemplo Dia do Lobo-Guará, Dia Mundial da Anta, exposições e outras atividades.

Peônia explica que as visitas monitoradas são feitas por meio do interesse de escolas e demais grupos em visitar o parque. “Esses grupos nos contatam, verificamos a disponibilidade de data e levantamos qual o objetivo da escola em fazer esse tipo de visita. Quando os recebemos, seguimos um roteiro de orientações sobre os animais, suas características e curiosidades de cada um”, explica.

Essas visitas obedecem a um critério específico de agendamento e duram em torno de duas horas, e podem ser feitas no período da manhã ou da tarde. Às terças, quartas e sextas-feiras, são feitas das 9h às 11h, e às quintas-feiras, das14h30 às 16h30.

As escolas e demais grupos interessados em participar podem entrar em contato, de terça a domingo, das 9h às 17h, pelos telefones (15) 3227-5511, 3227-5454.

Conheça alguns dos programas de Educação Ambiental do zoo de Sorocaba

AnimaZoo (Curso de Férias)

Curso aberto à comunidade, com duração variável de três a cinco dias e temas diversos que são desenvolvidos por meio de estratégias lúdicas e interativas, como: jogos, oficinas, plantio, teatro e saída a campo.
É oferecido para crianças entre 7 e 12 anos e adolescentes entre 13 e 17 anos).

Tem como objetivos principais apresentar, divulgar, discutir e avaliar questões relacionadas com o meio ambiente natural e urbano, visando possíveis ações para a melhoria e manutenção desses ambientes; além de desenvolver a responsabilidade social; estimular a qualidade de vida; formar agentes multiplicadores e incentivar o trabalho em equipe e a interação dos participantes.

 

Curtindo o Zoo

O Curtindo o Zoo é um conjunto de atividades onde qualquer pessoa que visite o parque pode participar, como nas visitas monitoradas aos bastidores do zoo (Setores de Nutrição e de Biologia/Veterinária), visita ao Museu de Zoologia, realização de trilha na mata do zoo, manuseio supervisionado de alguns animais, exposições, jogos, brincadeiras entre outras. As atividades realizadas e os locais visitados podem variar de acordo com a programação disponível na época da visita.

 

Visitas Noturnas

As Visitas Noturnas têm surpreendido os técnicos ambientais do zoo tamanha a procura para a participação. Aberta à comunidade, a ação é uma visita guiada para observar alguns animais de hábitos noturnos do parque, geralmente difíceis de serem visualizados durante o dia. Os participantes podem aprender aspectos da biologia e ecologia destes animais, bem como sobre as principais ameaças à conservação destas espécies.

 

Tags: