‘Educafeira’ apresenta ‘ora-pro-nóbis’ aos moradores da Vila Amélia

Por: Vítor Rodrigues (Programa de estágio) – Supervisão: Tânia Franco

Foto: Fernando Abreu

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Abastecimento, Agricultura e Nutrição (Seaban), levou nesta sexta-feira (06), ao Jardim Amélia, o “Educafeira”. A iniciativa que busca conscientizar os moradores da cidade a conhecer os benefícios da alimentação saudável, mostrou aos consumidores da feira livre como preparar uma deliciosa esfirra e a aprender sobre as vantagens de consumir seu ingrediente principal a “ora-pro-nóbis”.

O plano desta edição do “Educafeira” é levar o consumo de plantas alimentícias não-convencionais (PANC) ao conhecimento da população. “A ora-pro-nóbis é uma PANC, uma planta rica em proteínas, ferro e cálcio, também considerada como a carne dos vegetarianos. Pode ser aproveitada em omelete, tortas e combina com ricota e palmito, por exemplo”, conta a nutricionista da Seaban, Milene Barcelos Reis.

Desta vez a ação contou com o apoio dos alunos do curso de Nutrição e Dietética da Etec “Rubens de Faria e Souza”, responsáveis pela preparação do salgado oferecido para degustação. Segundo a estudante Edlyn Tais Varana, participar do “Educafeira”, tendo executado o prato, é parte do projeto de ‘TCC”. “A ideia é apresentar para o público maneiras de consumir outras plantas e não só o convencional, como a alface e chicória. Hoje nós preparamos uma esfirra utilizando a ora-pro-nóbis. Fizemos um refogado, em seguida é acrescentado a ricota, misturando os dois ingredientes até se obter um patê que é adicionado sobre a massa e levada para assar,” explicou.

O roteirista, Carlos Estefan fazia sua feira quando aceitou experimentar a iguaria. Não conhecia a ora-pro-nóbis, mas contou que tem certa intimidade com o vegetarianismo por conta do namorado, adepto da modalidade alimentar. “É um gosto interessante, mas muito mais legal é a iniciativa do projeto. Não sou uma pessoa muito ligada à alimentação saudável, mas sei que deveria repensar e mudar meu hábito alimentar”. Para ele, a iniciativa da Prefeitura é uma ótima possibilidade de saber que há escolhas” enfatizou.

O projeto do “Educafeira” é levado aos bairros da cidade com o intuito de incentivar o consumo de frutas, legumes, verduras e, em paralelo, conscientizar a população acerca do desperdício dos alimentos.

A próxima participação do projeto nas feiras livres será no dia 20 de setembro, mas o local ainda está sendo estudado e que levarão uma nova proposta aos moradores do bairro escolhido.

Tags: