Espaço ‘AdoleSER’ é inaugurado pelos Agentes Comunitários de Saúde da UBS Aparecidinha

Por: Thuanne Souza (Programa de Estágio) - Supervisão Marcelo de Almeida Júnior

O sonho se tornou realidade para um grupo de 13 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) da Unidade de Saúde da Família (USF) Aparecidinha, vinculada à Secretária da Saúde (SES), e para a população que vive no bairro. Nesta quinta-feira (30), foi inaugurado o espaço ‘AdoleSER’, fruto do trabalho das ACSs, em parceria com a sociedade civil, que promove cursos gratuitos para adolescentes de 10 a 15 anos de idade devidamente matriculados em uma das escolas públicas do bairro, visando o desenvolvimento profissional, intelectual e social.

O espaço dedicado aos adolescentes conta neste primeiro momento com voluntários que ministrarão aulas de informática, elétrica, dança, jardinagem, manicure, e ainda, reforço escolar, de segunda a sexta-feira, nos períodos da tarde e da manhã, sendo 20 alunos em cada turma, para ocupar os jovens nos contra-turnos escolares e ser um complemento de educação.

“Fizemos tudo com muito carinho para os jovens da nossa comunidade e me emociono ao ver que o nosso sonho se realizou. Falo ‘nosso’ porque só foi possível com a ajuda da população do bairro. Com o espaço vamos poder contribuir ainda mais com as famílias e com o próprio desenvolvimento dos adolescentes que poderiam estar ociosos nas ruas”, declara a agente comunitária de Saúde, Selma Cristina Alves, atuante há 21 anos na profissão e presidente da AdoleSER.

A coordenadora da USF Aparecidinha, Silvana Aparecida, comentou sobre a iniciativa. “Quando a criança cresce e vai pra fase da pré-adolescência e adolescência é preciso dar uma atenção diferente, dar a ela mais oportunidade. Estamos inaugurando o nosso espaço AdoleSER”, explicou Silvana.

O projeto foi concebido através de parcerias das ACSs com os moradores do bairro e comerciantes, que fizeram uma força-tarefa para a reforma do espaço, durante cinco meses. O local, que antes estava prejudicado pelo tempo e falta de manutenção, foi revitalizado com a contribuição dos moradores que realizaram melhorias na pintura, decoração e limpeza. O espaço também conta com salas de aula prontas para receber os alunos e até espaço para lazer.

“Trabalho na Prefeitura há 16 anos, e hoje, vi uma das melhores iniciativas: transformar um local pela comunidade, para a comunidade. Venho representar a secretária da Saúde, Dra. Marina Elaine Pereira, e quero parabenizar não só a equipe de Agentes Comunitários de Saúde, mas ainda mais a população por ter essa união com o posto de saúde e a vontade de melhorar cada vez mais o lugar que vive”, discursou a supervisora de área da Atenção Primária da SES, Karin Cristina Oliveira.

O morador do bairro, Nilson Silva, que se responsabilizou pela pintura do espaço, comentou a sua satisfação em poder ajudar a comunidade. “Eu sempre gostei de ajudar as pessoas, me senti bem com isso. Foi uma honra pintar o espaço que vai beneficiar tanto a minha comunidade”, comentou Nilson.

A professora voluntária, Januária Rodrigues, que dará aulas de manicure, está ansiosa para iniciar os trabalhos. “Toda terça-feira eu estarei com eles, das 9h às 11h, e não vejo a hora de iniciar. Ser voluntária é algo que herdei do meu pai, que também sempre foi comprometido com o trabalho social. Os jovens merecem nossa atenção e tirá-los de assuntos como drogas e violência é prioridade”, comentou.

O professor de informática, também voluntário e pastor, parabenizou a iniciativa. “Em todos os bairros seria importante que tivesse um espaço como esse, que só vem a enriquecer a vida das pessoas. Por isso, quero parabenizar as meninas do posto de saúde, envolvidas na equipe desse projeto, e a comunidade pelo esforço”, parabenizou.

Eliane Barros, moradora de Aparecidinha, mãe de dois filhos, sendo um deles, José Lucas, de 13 anos, ressaltou sua felicidade em poder contar com o espaço para deixar seu filho no período em que não estiver na escola. “Essa é uma oportunidade pra ele se desenvolver na escola e trilhar o que quer para seu futuro, em vez de ficar na rua”. Já o filho José Lucas, destacou seu interesse no projeto. “Quero mesmo me desenvolver e tomar gosto pelo estudo”, completou.

Com menos de um mês, as 40 vagas que estavam disponíveis foram preenchidas, e as aulas se iniciarão no próximo dia 3 de setembro. Os alunos devidamente matriculados em uma das escolas municipais de Aparecidinha podem procurar o posto de saúde do bairro para se cadastrarem e aguardarem novas vagas. Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da Unidade de Saúde da Família Aparecidinha também contam com a adesão de novos voluntários e parceiros.

A Unidade de Saúde da Família está localizada na rua Joaquim Machado, e o espaço “AdoleSER”, na rua Benedito de Oliveira, 34, ambos no bairro Aparecidinha.

Tags: