*** Especial Sorocaba 364 anos *** – Investimentos fazem de Sorocaba uma cidade inserida na moderna economia globalizada

Por: Marcelo Andrade e Viviane Gonçalves

Cerca de R$ 2,53 bilhões. Esse é o valor em investimentos públicos e privados gerados e anunciados em Sorocaba ao longo de um ano e meio, ou seja, desde o início da atual administração

Sorocaba é uma cidade inserida na moderna economia globalizada, capaz de competir internacionalmente pela qualidade e inovação tecnológica de seus produtos. Seus elevados índices de desenvolvimento e qualidade de vida, localização estratégica – a aproximadamente 90 Km de São Paulo e interligação pelas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares – e índices de mão-de-obra qualificada favorecem a atração de investimentos. Visando tornar Sorocaba cada vez mais uma cidade moderna e de oportunidades, são crescentes os investimentos públicos e privados nos diferentes níveis, que atendam às demandas das empresas e organismos produtores de conhecimento e inovação, atraindo oportunidades qualificadas de emprego e geração de renda e qualidade de vida à população. Cerca de 2,461 bilhões. Esse é o valor em investimentos públicos e privados gerados e anunciados em Sorocaba ao longo de um ano e meio, ou seja, desde o início da atual administração.

Somente em investimentos públicos os valores chegam a quase R$ 1 bilhão e estão sendo implementados em obras de saneamento, mobilidade, qualidade de vida, saúde, educação e segurança. Se de um lado há o investimento por parte do Poder Público visando uma cidade moderna e com infraestrutura e qualidade de vida aos seus moradores, por outro há a confiança do setor empresarial. E, neste quesito, os investimentos realizados e anunciados por empresas e indústrias nos mais variados setores da atividade econômica, no mesmo período, ultrapassam os R$ 1,5 bilhão.

Para se ter ideia, a Prefeitura de Sorocaba, por meio do trabalho desenvolvido pela Promotoria Econômica, contabiliza R$ 987 milhões em aprovação de financiamentos que serão investidos na infraestrutura do município. Os recursos financeiros foram aprovados pelo governo federal e organizações internacionais. Os recursos vindos de organizações internacionais são da CAF- Corporação Andina de Fomento é responsável pelo financiamento de US$ 70 milhões, do Fonplata e NDB (New Development Bank) por US$ 56 milhões, quando convertidos a moeda brasileira somam R$ 491 milhões. O governo federal, por meio do Ministério das Cidades, é responsável pela contratação dos recursos de R$ 116 milhões e R$ 380 milhões para o BRT – Bus Rapid Transit.

Para a conquista destes valores, a Promotoria Econômica – uma seção com status de secretaria – foi criada exclusivamente neste governo. Estes recursos são formas alternativas de investimento, um diferencial na gestão do município, com um incremento importante na receita e consequente, execução do plano de governo, explica Alceu Segamarchi, responsável pela pasta.

Os projetos contemplam diversas áreas como: saneamento, otimização viária em consonância com princípios de sustentabilidade, mobilidade, criação de espaços de convívio social e preservação ambiental; diminuição de alagamentos.
Além destas ações, há também projetos para aumentar a vida útil de toda a estrutura do pavimento, reconstrução de algumas ruas, entre outras.

Em breve, a população vai poder acompanhar o resultado deste trabalho. “Este é nosso compromisso com a população e nós temos trabalhado bastante para isso. Nós quitamos muitas dívidas da Prefeitura e nosso Plano de Governo está sendo executado, seguimos correndo atrás de parceiros e de recursos que possam nos ajudar a melhorar cada vez mais a vida da nossa população”, destaca o prefeito José Crespo.

Os investimentos do Poder Público não param por ai. Conforme destacado recentemente pela Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom), a administração do prefeito de Sorocaba, José Crespo, fechou o primeiro semestre deste ano com mais de 47 ações e obras entregues à comunidade. Isto equivale a uma ação, projeto de governo ou obra a cada quase quatro dias nesse período. Só nos últimos dois meses foram 19 ações e obras entregues à população. São benefícios que chegam aos sorocabanos nas mais diversas áreas, como saúde, educação, esporte e lazer, assistência social, transporte, segurança pública e infraestrutura urbana.

De um lado e de outro

Não à toa os investimentos econômicos implementados e anunciados por empresas em Sorocaba, durante a atual administração, ou seja, no período de um ano e cinco meses do prefeito José Crespo, superam os R$ 1,547 bilhão e devem gerar até o final de 2019 cerca de 1.845 empregos diretos. São investimentos nos mais variados segmentos, voltados a instalação, ampliação e novas plantas de indústrias e empresas nacionais e multinacionais. Desde que assumiu a administração, o prefeito José Crespo definiu como prioridade ações e projetos que visam conceder incentivos para estimular a indústria, o comércio e prestadores de serviços, além dos centros de distribuição, condomínios industriais e as unidades de logísticas que venham a se instalar em território sorocabano.

A Toyota, por exemplo, divulgou, em setembro de 2017, que faria um investimento de R$ 1 bilhão na fábrica do grupo em Sorocaba, para a produção do Yaris. A linha de montagem logo teve início e o veículo foi lançado no dia 7 de junho, com a geração de 500 empregos diretos. Outro importante investimento privado, essa da ordem de R$ 221 milhões, foi da primeira unidade no País da NAL, com sede no Japão e que está instalada em Sorocaba atua na produção de faróis e lanternas para atender a demanda das montadoras. Até 2019 a expectativa da empresa é gerar 300 empregos.

Esse volume de investimentos anunciados e que a cada dia se efetiva é um sinal de que a cidade possui um ambiente de negócios atrativo, apesar das dificuldades e incertezas impostas pela crise econômica e política que o País enfrenta”, disse o prefeito José Crespo, que completou: “Desde que este governo tomou posse, em janeiro de 2017, temos realizado um amplo trabalho no sentido de criar ações e projetos que visam conceder incentivos para estimular a indústria, o comércio e prestadores de serviços, além dos centros de distribuição, condomínios industriais e as unidades de logísticas que venham a se instalar em território sorocabano.”

Organização Urbanística

Sorocaba é uma cidade moderna e de oportunidades, que tem uma organização urbanística das mais avançadas. Incorpora os conceitos de polos de centralidades e cidade compacta, que favorece a proximidade da moradia, trabalho, serviços, escola, saúde, lazer e entretenimento. Ela possui um sistema de mobilidade urbana integrado, que estimula a população para seu uso. E dentro deste conceito, os investimentos não param e o BRT é um dos projetos que já começa a sair do papel, e assim deverá ocorrer com o VLT.

O prefeito José Crespo lançou, em abril deste ano, o Programa Municipal de Acessibilidade nas Calçadas no Centro de Referência em Educação (CRE). O lançamento ocorreu durante o Seminário sobre Mobilidade e Acessibilidade em Calçadas, realizado pela Urbes – Trânsito e Transportes e pela Secretaria de Planejamento e Projetos (Seplan). Coordenada pela Urbes, a iniciativa municipal é uma das propostas da campanha do prefeito José Crespo e pretende resgatar a qualidade dos passeios públicos de Sorocaba e incluir medidas que possam contribuir e facilitar o deslocamento de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. “Estamos dando um passo importante na questão da mobilidade urbana. Desta vez, o foco não será a circulação de automóveis, bicicletas ou transporte coletivo, mas sim de pedestres. Queremos atingir um elevado grau de acessibilidade em nossas calçadas”, destaca o chefe do Executivo.

Fab City

Os locais de acesso público, como escolas, unidades de saúde, centros culturais, parques, terminais de transporte, bibliotecas, shoppings, têm acesso livre à internet. O Código de Obras e o Plano Diretor enfatizam o uso de ventilação e iluminação naturais, energia solar, acessibilidade, torneiras e descargas automáticas. Estimula o lixo mínimo, a coleta seletiva de recicláveis, a compostagem, a recuperação energética, usos alternativos de resíduos e aterros licenciados para inertes contaminados.

Sorocaba conta com uma rede formada por 480 quilômetros de fibra óptica interligando todas as unidades da Prefeitura de Sorocaba implantada e gerenciada pela Secretaria de Planejamento e Projetos. O sistema permite mais velocidade na transmissão de dados e informações a uma série de serviços públicos, como o videomonitoramento da Guarda Civil Municipal (GCM) e de operação de trânsito da Urbes; conexão à internet das unidades de saúde e outros prédios públicos; lousas digitais nas escolas municipais; internet pública. A infovia serve de base ao Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) da Prefeitura, cujo objetivo é permitir uma comunicação mais rápida, eficiente e segura entre as unidades municipais, facilitando cada vez mais o acesso aos serviços.

Tais investimentos e projetos que fizeram com que fosse eleita, em meados de julho deste ano, uma das três cidades do País a fazer parte do projeto Fab City pelo Instituto de Arquitetura Avançada da Catalunha, Centro MIT para Bits e Átomos e a Fundação Fab, instituições internacionais que formam o Grupo Fab City. Além de Sorocaba, fazem parte desse seleto grupo, as cidades de Curitiba e Belo Horizonte. Ser Fab City é pertencer a um novo modelo urbano que prestigie o desenvolvimento da produção local para transformar as cidades em autossuficientes e conectadas. Barcelona (Espanha), Boston e Detroit (Estados Unidos), Cambridge (Inglaterra), Amsterdam (Holanda), Paris (França) e Santiago (Chile) já são Fab Cities. Na prática, isso significa que a cidade de Sorocaba estará interligada com os principais municípios com alto índice de desenvolvimento, criando uma rede inovadora e autossuficiente em ciência e tecnologia.

Tags:, , , ,