Estudantes participam da 5ª edição da Caminhada Histórica da EM. Matheus Maylasky

Por: Bruno Rodrigues

A equipe escolar da EM. “Matheus Maylasky” oportunizou, nesta quarta-feira (28) aos estudantes dos 9°s anos, a 5ª edição da Caminha Histórica pela vila Santana. A iniciativa recheada de vivência cultural contou com a participação do historiador, pesquisador e diretor da Biblioteca Infantil Municipal, José Rubens Incao, e do ex-ferroviário e delegado de polícia aposentado, Sr. Daniel Matucci.

Matucci é morador da Vila Santana desde a infância e, emocionado, compartilhou as memórias da antiga Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), local onde trabalhava. De acordo com a vice-diretora, Gisele Pelarini, a caminhada proporcionou a visita a importantes pontos da cidade. “No percurso os estudantes puderam observar algumas características do tradicionalmente conhecido bairro dos ferroviários, entre as atrações estava a casa onde funcionou a primeira escola da vila Santana”, conta.

A orientadora pedagógica, Adilene Cavalheiro, explica que essa atividade é fundamental para tornar as aprendizagens mais significativas. “A Caminhada Histórica neste ano integra o projeto Institucional ‘Aniversário de Sorocaba’ e tem por objetivo oportunizar aos estudantes, vivências de aprendizagem para além dos muros da escola”, salienta. “Dentro do contexto do projeto institucional da unidade, esta caminhada desbravou atividades como oficina de crônicas com autores Sorocabanos na Biblioteca Infantil Municipal e a elaboração de um Guia Turístico com os lugares de memória registrados pelos estudantes”, completa a orientadora pedagógica.

A Prof.ª Dra. Fátima Faria, da disciplina de Geografia, ressalta outros benefícios trazidos aos discentes. “O trabalho de campo, ofertado aos alunos pela unidade, sobre a construção da história do bairro em que está localizada a escola foi muito importante para se compreender sobre os atores que viviam e vivem ainda hoje no local, bem como as mudanças e permanências na paisagem, com sua arquitetura já híbrida entre o antigo e o moderno”, destaca.

A estudante do 9º ano B, Nicoli Leite Padilha, enfatiza a importância do que foi abordado. “As observações nos movimentos das pessoas e do trânsito, a parada na feira para se comer pastel enquanto os moradores compravam suas frutas e verduras, nos fizeram refletir acerca da importância do estudo do meio como um dos recursos didáticos mais eficientes para se aprender compreendendo na prática”, disse. “A caminhada histórica faz com que tenhamos mais conhecimento sobre a nossa cidade, são fatos interessantes que nunca imaginamos que aconteceu ou que existia”, pontua. “É sempre bom termos essas atividades extraclasse, pois há muitas coisas que ainda não sabemos. Por meio do senhor Daniel Matucci tivemos muitos conhecimentos legais sobre os ferroviários e a vila Santana”, completa Nicoli.

A presença de historiadores durante a aula foi fundamental para que os alunos pudessem elaborar suas perguntas e refletissem sobre o que viam. Além disso, com atividades como esta, se oportuniza um aprendizado mais significativo instigando os alunos para melhor aproveitarem seu tempo e obterem mais crescimento cultural e intelectual”, conclui a orientadora pedagógica Adilene.

Tags: