Endereço: http://agencia.sorocaba.sp.gov.br/ganha-forma-a-eta-que-vai-tratar-agua-do-rio-sorocaba-para-consumo/
Acessado em: 25/05/2018 - 19h40

Ganha forma a ETA que vai tratar água do rio Sorocaba para consumo

Por: Leandro Nogueira - leandronogueira@saaesorocaba.sp.gov.br
Construção da ETA Vitória Régia
Foto: Rafael Baddini

Beber água do rio Sorocaba será realidade para toda a população, ao
término das obras que avançam em ritmo acelerado, no Parque Vitória Régia

A população vai beber água potável do rio Sorocaba em três anos. Com 8,5% das obras realizadas, a Estação de Tratamento de Água (ETA) em construção no bairro Vitória Régia começa a ganhar forma. Após 21 anos do início do processo de despoluição do rio, a ETA Vitória Régia fará a captação e o tratamento da água do rio Sorocaba, tornando apta para o consumo. E ainda vai reduzir a dependência da cidade da água trazida pelas adutoras da Serra de São Francisco. “Em nossa administração o Saae-Sorocaba segue cumprindo o plano diretor e amplia a infraestrutura para atender às demandas das próximas décadas”, declara o prefeito José Crespo.

O diretor-geral do Saae-Sorocaba, Ronald Pereira da Silva, explica que de todo o projeto, 40% corresponde à obra construtiva e os demais 60% será em instalação de equipamentos. Neste momento, quase a metade (40%) do correspondente à obra construtiva estão realizados. Toda a parte estrutural do prédio administrativo foi concluída; 20% do reservatório de água já está pronto; e 40% do bloco hidráulico foi executado. O bloco hidráulico é composto pelo decantador, floculador, filtros e o ozonizador. “Das 800 toneladas de aço que serão utilizados na fase construtiva, 400 toneladas (50%) já estão aplicadas”, informa o diretor-geral Ronald.

Após a obra civil será realizada a montagem das tubulações, equipamentos mecânicos e instalações elétricas. Todos os trabalhos estão sendo executados pela empresa Gel Engenharia. As obras iniciaram em outubro do ano passado, com a terraplanagem dos seus 166 mil metros quadrados de área, na avenida Antônio Saladino. A cerca de três quilômetros dali, na margem do rio Sorocaba, neste mesmo momento é feita a terraplanagem no ponto onde será instalada a estrutura para a retirada (captação) da água para ser tratada na ETA. Por meio de bombas ela será transportada pela adutora enterrada e em área segura, até a ETA Vitória Régia.

Em 2021, essa estação fornecerá 750 litros por segundo de água tratada com excelente qualidade para o consumo dos sorocabanos. Com a ampliação já prevista, chegará a 1.500 litros por segundo. Esse volume corresponde a 60% de toda a água servida hoje para a população, tratada na ETA Cerrado e ETA Éden. Com o investimento de quase R$ 78 milhões, a ETA Vitória Régia está sendo equipada com tecnologia de ponta em saneamento: tratamento a base de ozônio, que garante a melhor qualidade final para a água potável.

Toda a cidade será beneficiada com ETA Vitória Régia, já que o sistema de distribuição que ela alimentará será interligado à infraestrutura já existente, trabalhando de forma integrada e distribuindo o recurso também para as regiões da cidade que hoje são abastecidas com a água proveniente das represas do Clemente (Itupararanga) e Ipaneminha, tratadas pela ETA Cerrado e da represa do Ferraz, tratada na ETA Éden.

O valor exato investido na ETA Vitória Régia é de R$ 77.956.527,01, com recursos que incluem financiamento do programa Saneamento para Todos e CPAC, do Governo Federal, contrapartida de recursos próprios do Saae-Sorocaba e financiamento pela Caixa Econômica Federal.

Construção da ETA Vitória Régia Terraplanagem no ponto de captação do Rio Sorocaba Construção da ETA Vitória Régia Terraplanagem no ponto de captação do Rio Sorocaba Terraplanagem no ponto de captação do Rio Sorocaba Construção da ETA Vitória Régia Construção da ETA Vitória Régia Construção da ETA Vitória Régia Construção da ETA Vitória Régia Construção da ETA Vitória Régia Terraplanagem no ponto de captação do Rio Sorocaba Construção da ETA Vitória Régia Construção da ETA Vitória Régia Terraplanagem no ponto de captação do Rio Sorocaba