Jardineiras da área do Jardim Bandeirantes são adotadas pela Associação de Moradores

Por: Mariana Campos – macampos@sorocaba.sp.gov.br

A Associação de Moradores do Jardim Bandeirantes aderiu nesta quinta-feira (28) ao programa “Adote uma Praça”. O secretário do Meio Ambiente Parques e Jardins (Sema), Maurício Tavares da Mota, recebeu a presidente da associação, Sumaya Regina Ribeiro Teles de Menêzes, e o representante da associação no Comdema (Conselho Municipal de Desenvolvimento do Meio Ambiente), Aldair Alves Filho, para a assinatura do termo de adesão na sede da Sema. Eles serão responsáveis por fazer toda a manutenção das jardineiras existentes em ruas do Jardim Bandeirantes, Jardim Novo Bandeirantes e Jardim Alpino.

Coordenado pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, o programa “Adote uma Praça” foi criado pela lei municipal nº 5.172, de 13 de agosto de 1996, e permite que cidadãos, assim como indústrias, estabelecimentos comerciais, igrejas, condomínios e outras organizações da sociedade civil, ajudem o poder público a manter praças, parques, canteiros centrais, áreas verdes e sistemas de lazer da cidade em perfeita condição de uso da população. Em outubro deste ano, foi publicado o decreto municipal nº 25.208, de 10 de outubro de 2019, que regulamenta o programa, com regras mais simples para a adesão.

“Essa é a sétima adesão ao nosso programa, que traz um ganho para todos. Além de valorizar a empresa, a escola ou a associação do bairro, o programa ainda contribui para o embelezamento da cidade e o incremento da qualidade de vida”, destaca o secretário Maurício Tavares da Mota.

As jardineiras adotadas estão nas seguintes ruas do bairro: João Guilherme da Silva, Irineu Momesso, Antônio Peres Colaço, Benedito Barbosa, Maria Rosália Oeterer Tavolaro, Josefina Coló Rodrigues, Ismael Estanislau de Arruda e Armando Moraes.

Segundo a presidente da Associação de Moradores do Jardim Bandeirantes, a adesão ao “Adote uma Praça” integra um projeto ambiental da entidade. “Vamos dar nomes de pássaros às ruas do bairro”, conta Sumaya. As vias receberão em breve nomes de diversas espécies, como bem-te-vi, tucano, beija-flor, entre outros.

 

Como funciona o programa

O interessado que adotar o espaço público, por meio de um Termo de Convênio, assume o compromisso de cuidar do espaço, mantendo-o constantemente limpos gramados, canteiros, bancos, passarelas e caminhos pertencentes à área adotada; além de realizar controle de plantas daninhas e demais espécies infestantes.

Em troca, terá direito, se desejar, de instalar uma ou mais placas de identificação da adoção do espaço público; colocar informe publicitário em bancos, lixeiras, playground e academia ao ar livre; urbanizar e decorar o espaço apresentado no projeto, com instalação de dispositivos para exploração publicitária (totens com propaganda), mesas, cadeiras, banquetas, luminárias, pisos de material de fácil remoção, guarda-sol (ombrelones), tendas, aquecedores e demais equipamentos autorizados no projeto; e realizar eventos relacionados ao termo de convênio firmado, desde que previamente analisado e autorizado pela Prefeitura.

Para participar do programa e adotar um espaço público, o interessado deve apresentar um ofício à Secretaria do Meio Ambiente, com os documentos solicitados, como cópia do RG e CPF, cópia do comprovante de endereço (se pessoa física), uma carta de intenção, e croquis de localização do espaço público e fotos do local, além da proposta.

As legislações e todos os modelos de ofício, carta de intenção e proposta podem ser conferidos no site da Sema: http://meioambiente.sorocaba.sp.gov.br/adoteumapraca/. Toda a documentação deverá ser entregue de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Secretaria do Meio Ambiente, localizada à rua Santa Maria, 197, na Vila Hortência, ou enviada para o e-mail adoteumapraca@sorocaba.sp.gov.br.

 

Tags: