Mais de 5 mil cães e gatos são castrados pela Prefeitura de Sorocaba em 2018

Por: Secom Sorocaba

Foto: Assis Cavalcante

A Prefeitura de Sorocaba realizou a castração gratuita de mais de 5 mil animais, entre cães e gatos, em 2018. O trabalho realizado pela Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema) é uma das estratégias para reduzir o número de animais abandonados nas ruas da cidade, além de prevenir doenças, promovendo a melhoria da qualidade de vida dos bichos.

“O trabalho é realizado em duas frentes sempre com inscrição prévia dos bairros contemplados. Uma delas é o Mutirão de Castração, que teve início em julho deste ano e contempla os bairros da Zona Norte de Sorocaba”, explica o secretário da Sema, Jessé loures. De julho a dezembro deste ano, foram 2.968 castrados, sendo 1.653 cães e 1.315 gatos. A ação ocorrerá até fevereiro de 2019. Os animais além de serem castrados, também ganham um microchip de identificação.

A Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins também realiza castração gratuita de forma permanente de cães e gatos com mais de seis meses de vida na unidade fixa da Seção de Proteção e Bem-Estar Animal, localizada no Jardim Zulmira. De janeiro a novembro deste ano, foram 1.343 cães castrados e 923 gatos, totalizando 2.266 animais.

A Seção de Proteção e Bem-Estar Animal está localizada na rua Rosa Maria de Oliveira, 356, no Jardim Zulmira. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3202-8006.

 

Por que castrar?

A castração, além de ser o método mais garantido para o controle populacional de animais domésticos, também diminui a probabilidade de doenças, como tumor de mama, tumor de próstata, além de doenças infectocontagiosas. Uma cadela não esterilizada e seus descendentes podem gerar, em seis anos, 64.000 cães e não existem lares responsáveis para todos.

No caso dos machos, a castração diminui as tentativas de fugir e de ir atrás de fêmeas no cio, tem menos necessidade de marcar território com urina, porém continua guardião da casa e da família. Já no caso das fêmeas castradas, elas deixam de atrair animais macho, não tentam fugir para cruzar e não têm mais cio. As fêmeas também se livram da piometria (infecção no útero), que atinge, em média, 60% das cadelas não esterilizadas.

 

Muito mais por Sorocaba!

 

Tags: