Mais de 70 Agentes de Saúde concluíram o curso de Formação Técnica

Por: Marcelo Almeida Jr

Para fortalecer cada vez mais a rede de Atenção Básica do município, mais de 70 agentes comunitários de Saúde (ACS) concluíram o curso de Formação Técnica nesta terça-feira (22). A capacitação teve duração de seis meses e as aulas foram realizadas por meio de uma parceria entre a Secretaria de Saúde de Sorocaba (SES), Departamento Regional de Saúde (DRS) e o Centro Formador de Pessoal Para a Saúde (CEFOR-SP). A cerimônia de conclusão ocorreu, das 8h às 15h, no auditório da Secretaria de Igualdade e Assistência Social (SIAS) e contou com a apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso de 22 grupos.

De acordo com a supervisora de saúde, Karin Oliveira, esse curso oficializa e regulamenta a atividade desses profissionais. “ O curso sensibiliza e capacita os agentes comunitários de Saúde para a abordagem familiar, olhando o indivíduo integralmente dentro do contexto em que vive. O agente comunitário de saúde não atende apenas saúde, mas também demandas sociais e movimentos populares, ele é também um líder comunitário ”, concluiu Karin.

A formação durante o curso teve um total de 400 horas com aulas práticas e teóricas, abordando temas referentes à saúde pública, acolhimento, humanização, programas, grupos, visita domiciliar, atribuições de toda a equipe, promoção da saúde e prevenção de doenças, entre outros. Os instrutores do curso são profissionais da rede pública municipal de saúde.

Durante o evento foi realizada uma dinâmica em que cada formando deveria dizer em uma palavra o que significou concluir o curso. Três alunos tiveram a oportunidade de serem oradores e recitarem textos de suas autorias falando sobre a satisfação e gratidão gerada pela iniciativa. Para o agente comunitário de saúde, Rodrigo Lima, o curso trouxe muitos benefícios. “Esse curso mudou meu olhar sobre a minha função na sociedade. Hoje, entendo melhor a minha missão em promover saúde à população através das equipes de estratégia de família”, contou.

Além de visar a formação técnica dos ACSs, a iniciativa também contribui para o fortalecimento da atenção básica, aperfeiçoando o trabalho desenvolvido pela Estratégia de Saúde da Família (ESF), de acordo com orientação do Ministério da Saúde. Atualmente, Sorocaba conta com 44 equipes ESF.

A inserção do Agente Comunitário de Saúde na saúde pública tem como objetivo buscar alternativas para melhorar as condições de saúde de suas comunidades. É uma categoria de trabalhadores, formada pela e para a própria sociedade, atuando e fazendo parte da saúde prestada nas localidades. O ACS é fundamental na composição das equipes da ESF, pois realiza o acolhimento e cadastro das famílias através de visitas domiciliares. São os olhos das equipes de saúde para além do tratamento com medicamentos. O vínculo de confiança firmado entre as famílias e estes profissionais faz com que se concretize o maior objetivo da atenção básica: a promoção em saúde, ou seja, intervir para evitar doenças.

Tags: