‘Me Add Jesus’ vence o 1º Festival de Marchinhas

Por: Secom Sorocaba

A canção “Me Add Jesus” foi a campeã do 1º Festival de Marchinhas, realizado na noite de sábado (27), pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), na Praça Coronel Fernando Prestes, no Centro. O autor, Tom Soares, recebeu um prêmio de R$ 1.200. O pódio foi completado por Edson D’aísa (“Pierrô, ô Zilah!”), que ganhou R$ 600, e por Valter Silva (“Só podia ser amor”), que recebeu R$ 300.

O prefeito José Crespo acompanhou, animado, todas as apresentações. Já o secretário de Cultura e Turismo, Werinton Kermes, ficou feliz com a resposta do público, que lotou a tenda montada na Praça Coronel Fernando Prestes e lembrou que o festival foi a primeira ação do Projeto “Revivendo a Praça”, que vai levar atividades culturais ao local todo último sábado do mês.

Produtor de jingle publicitário, músico, compositor e poeta, o campeão do evento rasgou elogios à organização da Secretaria de Cultura e Turismo e fez uma sugestão: que mais festivais sejam promovidos e possam incentivar os artistas a compor para o público infantil, estudantes, entre outros. “Eu fiquei muito feliz, principalmente por estar tocando na praça e em frente à igreja [Catedral Metropolitana]”, afirma.

Sobre a marchinha vencedora, Tom Soares disse que a ideia era brincar com um hábito que hoje domina as redes sociais – o convite de amizade que geralmente vem daqueles que estão no Facebook. “A equipe de Cultura e Turismo de Sorocaba, na pessoa do secretário Werinton Kermes, está sempre disposta a fazer coisas e temos de valorizar isso”, acrescenta.

 

Público aprova

O bom público presente na praça aprovou a iniciativa. O autônomo Rodrigo Novello, 42 anos, por exemplo, disse que mora próximo ao Centro, gosta de Carnaval e quando soube do festival, se programou para assistir. “O sorocabano sempre reclama que falta ações culturais na região central, então quando há, temos de prestigiar”, justifica.

O professor Jaime Ribeiro, 53, mora na Vila Carol, soube do evento pela imprensa e também marcou presença. “Eu gosto de eventos em geral”, diz. “Que a prefeitura possa tomar como base o Festival de Marchinhas e promover outros eventos do mesmo gênero.”

O Festival

Na primeira edição do Festival de Marchinhas, 14 canções foram inscritas. A escolha das três melhores foi feita por um júri extremamente gabaritado, que reuniu Denis Vieira (maestro), João Caramez (músico e produtor cultural), Luciano Viana de Camargo (representante do Gabinete de Leitura), Vitor da Silva Cézar (vice-presidente da Associação Comercial) e Urbano Martins (jornalista). Eles observaram quesitos como melodia, letra, interpretação e originalidade.

 

 

Tags: