Mercado Municipal ganha diversas comemorações pelos seus 80 anos de existência

Por: Lucas Monteiro (Programa Estágio)

O Mercado Municipal “Alcino de Oliveira Rosa” comemorou 80 anos no último mês de outubro. Símbolo de Sorocaba, ele é administrado pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Nutrição (Seaban). Recheado de histórias, o Mercadão, como é popularmente conhecido, foi tema de diversas celebrações em 2018, desde selo de cartas comemorativo, passando por show de prêmios e até Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de universitários.

Inaugurado em 12 de outubro de 1938, o mercado conta com produtos tradicionais e de extrema qualidade. Os boxes onde estão os comércios são passados de geração em geração e são esses detalhes que atraem as pessoas. “É um lugar familiar, as pessoas quando vêm comprar e sabem que é tradição se sentem mais à vontade. É um lugar que atrai todo tipo de público”, explica o secretário de Agricultura, Abastecimento e Nutrição, Fernando Oliveira.

Localizado no Centro, ao lado do monumento do relógio, doado pela imigração japonesa, o Mercado Municipal possui um grande valor cultural para os sorocabanos. O estabelecimento recebe em torno de 5 mil pessoas por dia, funcionando como um centro de convivência e de cultura gastronômica.

Em 1964, o Mercado Municipal ganhou o nome “Alcino de Oliveira Rosa”, através da lei municipal nº 1.278, de 6 de novembro de 1964, homenageando o então prefeito da época, responsável pela construção do espaço.

O imóvel foi tombado como patrimônio histórico de Sorocaba em 1988 pelo Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico e tem grau de preservação 2. Sendo uma construção antiga projetada pelos arquitetos Affonso Iervolino e Zenon Lotufono no estilo francês art déco – estilo em alta nos anos 1930, com uma mistura de estilos como Art Nouveau e Cubismo -, que fez parte da história da formação de Sorocaba como grande polo econômico e um ponto turístico da cidade.

Foi pensando nessa importância histórica que o Mercado Municipal de Sorocaba tornou-se selo e carimbo postal. A iniciativa foi da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, no qual o selo e o carimbo foram usados durante o mês de aniversário pela unidade dos Correios localizada no Centro de Sorocaba.

Além disso, o Mercadão realizou a campanha “80 anos, 80 prêmios para você”, que sorteou 25 prêmios, como vale-compras e eletrodomésticos aos clientes no final do mês de novembro e terá um próximo sorteio, com mais 55 prêmios neste sábado (29). Durante este período, os clientes do Mercado que realizam compras acima de R$ 15 têm direito a um cupom que participará do sorteio concorrendo a prêmios, como refrigeradores, TVs 32’, micro-ondas, entre outros.

O secretário Fernando Oliveira comenta que a distribuição de prêmios também já é uma tradição do Mercadão. “Todos os anos fazemos sorteios de prêmios aos clientes, como essa era uma data especial, tivemos a ideia de fazer o sorteio de 80 prêmios”, afirma.

Patrimônio cultural e imaterial de Sorocaba

O prefeito José Crespo assinou em outubro a lei municipal nº 11.796, que instituiu o Mercado Municipal e a Torre do Relógio como patrimônios culturais imateriais de Sorocaba. A iniciativa foi do vereador Fernando Dini, que resolveu homenagear o Mercado Municipal pelos seus 80 anos.

Tema de TCC

Este ano o Mercado Municipal também foi tema de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de três estudantes de jornalismo da Universidade de Sorocaba (Uniso). Mariana Martins, Miriã de Almeida e Raiane Teofilo produziram um livro na modalidade fotojornalismo, intitulado “Relíquia Sorocabana – 80 anos do Mercado Municipal”, contendo 30 fotos e breves entrevistas com alguns dos comerciantes mais antigos lotados no Mercadão.

Mariana Martins explica que a princípio a ideia era realizar um trabalho sobre os imigrantes em Sorocaba, mas devido à dificuldade do tema, acabou não dando certo. “Conversamos com a nossa orientadora sobre a mudança, quando foi decidido o tema do Mercado Municipal. Através das imagens contamos a história do mercado e dos comerciantes, para isso foi preciso um estudo prévio, pesquisamos a história através de sites, portais de notícias e procuramos algumas fontes que nos ajudaram muito”, explica a jovem.

Mariana classifica o trabalho como essencial para Sorocaba. “É de grande importância para cidade, um resgate histórico e cultural. O mercado se reinventa diariamente com os clientes fiéis que consomem os produtos há mais de 20, 30 anos”, disse. O trio agora pensa em inscrever o trabalho para ser publicado através da Lei de Incentivo à Cultura (Linc) ou apresentar o trabalho para a própria Prefeitura em 2019.

O Mercado Municipal está localizado entre as ruas Francisco Escarpa e Padre Luiz, no Centro de Sorocaba. O horário de funcionamento é das 7h às 18h30, de segunda a sexta-feira, e, das 7h às 14h, aos sábados. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3233-6950.

 

Muito Mais Por Sorocaba!

 

 

Tags:,