Ministério das Cidades acena positivamente a demandas de Sorocaba

Por: André Canevalle

A comitiva sorocabana liderada pela Prefeita Jaqueline Lilian Barcelos Coutinho, que esteve hoje (26) em Brasília para buscar a liberação de recursos para a cidade, está trazendo boas notícias. Diversos assuntos foram tratados na reunião com o Ministro das Cidades, Bruno Araújo, que se comprometeu a dar encaminhamento às solicitações.

De acordo com a chefe do Executivo, a reunião foi muito produtiva. “Nossas demandas foram recebidas com muita atenção por parte do ministro. Vários encaminhamentos foram dados, e em breve teremos respostas sobre as solicitações, levando mais recursos para Sorocaba”, disse Jaqueline.

Dentre os temas abordados, esteve o pedido de liberação de cerca de R$ 38 milhões de reais a fundo perdido para o Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto). Segundo o diretor da autarquia, Ronald Pereira, 12% desse valor já foi empenhado, embora ainda não tenha sido liberado. “Agora o ministro analisará a possibilidade de fazer uma programação dos outros 88% desse valor. Quando já está empenhado algum valor da obra, a chance de sair o restante é maior”, relatou. “Essa verba já está autorizada pelo ministério”, enfatiza.

Outra solicitação apresentada ao Ministério das Cidades foi a liberação de recursos para a área da habitação, especificamente para a construção de equipamentos públicos complementares no Carandá e Altos do Ipanema, como a creche.

Outro tema tratado foi a liberação de recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina. A reunião se deu com Cecília Guerra, executiva da área de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas.

Segundo o secretário de Planejamento e Projetos, João Donizeti Silvestre, a aprovação do convênio entre o banco e a Prefeitura encontra-se em fase final, sendo que todo o processo está na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional para avaliação. Após aprovado nessa instância, o pedido segue para a Casa Civil e, depois, para o Senado Federal. Segundo Silvestre, o convênio será para infraestrutura viária com contrapartida em obras e serviços por parte da Prefeitura, e deverá ser assinado no final de outubro ou começo de novembro.

O pacote de obras previsto nesse convênio contempla a marginal do córrego Itanguá, o parque linear do Itanguá, o viaduto da avenida Edward Fru Fru Marciano, e a ponte da Rua XV. Já a contrapartida da Prefeitura prevê as obras do viaduto da avenida Fernando Stecca, duplicação da rua Romeu do Nascimento, pavimentação da avenida 3 de Março, o viaduto da JJ Lacerda, duplicação da Pereira da Fonseca, dentre outros.

A comitiva sorocabana foi composta pela prefeita Jaqueline, e os secretários Ronald Pereira, João Donizeti Silvestre, João Leandro (Secretaria de Gabinete Central) e Fábio de Castro Martins (Secretaria da Fazenda). O BRT não chegou a ser discutido pela comitiva junto ao Ministério das Cidades.

Tags: