Morador de Sorocaba contraiu febre amarela silvestre em Mairiporã

Por: Marcelo de Almeida Júnior - marcalmeida@sorocaba.sp.gov.br

A Vigilância Epidemiológica de Sorocaba recebeu nesta segunda-feira (29) a informação sobre a confirmação de um caso importado de febre amarela silvestre, depois de entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica de Porto Feliz e com o Grupo de Vigilância do Estado. O paciente é um homem residente na Zona Norte da cidade que contraiu a doença durante viagem a Mairiporã, no dia 23 de dezembro de 2017. No mesmo dia, o homem retornou para Sorocaba e permaneceu até o dia 30 de dezembro, quando procurou atendimento na Santa Casa de Porto Feliz e ficou internado até o dia 8 de janeiro de 2018. O homem se encontra em bom estado de saúde e recuperado.

De acordo com a SES, a divulgação só foi feita nesse segunda-feira, pois a Vigilância Epidemiológica de Sorocaba não tinha sido notificada sobre o caso de febre amarela até o momento. A informação só foi confirmada, após contato com o setor responsável da cidade de Porto Feliz, que afirmou ter notificado apenas o Grupo de Vigilância do Estado sobre o acontecido.

O caso positivo de febre amarela é importado, portanto as ações relativas à vacinação seguirão a estratégia preventiva adotada pelo município. A vacinação contra febre amarela está indicada apenas para a população residente ou trabalhadora das áreas que recebem as ações preventivas e para viajantes que se deslocarem para áreas de recomendação da vacinação contra febre amarela.

No momento em que se tomou a ciência do ocorrido, a equipe da Zoonoses iniciou o bloqueio do caso conforme protocolo da Superintendência de Controle de Endemias e Ministério da Saúde.

 

Tags: