Nova cobertura da Arena Multiúso aproveita ventilação e luz natural

 

Concluídas a fase de reforço e restauração da parte estrutural, as obras da Arena Multiúso estão direcionadas agora para a recomposição dos pilares afetados pela queda. A partir da próxima semana os operários se concentram nos serviços de restauração dos oito pilares danificados, preparando a estrutura para receber a cobertura metálica.

Conforme explicou o secretário de Mobilidade, Desenvolvimento Urbano e Obras (Semob), Antonio Benedito Bueno Silveira, esse trabalho consiste no corte do pilar a partir do ponto em que foi rompido. A ferragem antiga é exposta e a partir dali uma nova ferragem é implementada para maior resistência do pilar que vai dar sustentação à cobertura. “A nova estrutura metálica do telhado já está pronta e prioriza o aproveitamento da luz e da ventilação natural. Aguarda apenas o momento da instalação”, revelou o secretário.

A previsão da Semob é de que em aproximadamente noventa dias a cobertura seja instalada. Dessa forma o cronograma para entrega da Arena Multiúso até o final deste ano está mantido. O novo projeto da cobertura metálica trouxe melhorias em relação ao antigo, como maior luminosidade e desempenho termoacústico.

As partes de alvenaria, como os espaços para banheiros, administração, lanchonetes, já foram concluídas. A empresa Progredior, vencedora da licitação da obra, está arcando com todos os custos da nova estrutura, bem como da reconstrução das partes afetadas.

A Arena Multiúso está sendo construída no quilômetro 106 da Rodovia Raposo Tavares, no sentido interior-capital. Essa obra faz parte do futuro Centro Olímpico projetado para ter piscina, ginásio poliesportivo e pista de atletismo. A área total de construção é de 5.889 m² e a Arena terá capacidade para aproximadamente cinco mil pessoas. O valor previsto da obra é de R$ 14.174.466,90.

Tags:, , , , ,