Novos agentes trabalham a conscientização no combate à dengue

Por: Roberto Menna – trmenna@sorocaba.sp.gov.br

 

 

Os 51 novos agentes de combate às endemias contratados pela Prefeitura, e que iniciaram trabalho de casa em casa na última quarta-feira (30), fizeram primeira ação de forma individual nesta segunda-feira (4). Somados aos demais, agora o grupo é formado por 136 profissionais.

Focados em orientar a população sobre a importância da prevenção e fiscalizar possíveis criadouros do Aedes aegypti, os agentes passaram por curso de capacitação, com duração de 40 horas, cumprindo objetivo de aprender sobre o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.

Durante a semana, os agentes estão passando pelos bairros Barcelona, Vila Jardini, Vila Haro, Parque Manchester e Vila Leopoldina. Já o trabalho de nebulização tem previsão para acontecer nos bairros Ipanema Ville, Casabranca, Vila Fiori, Parque São Bento, Vila Santana, Vila Haro, Barcelona e Vila Barão, executado pelos agentes mais experientes.

De acordo com o Coordenador de Campo da Zoonoses, Nelson Acquaviva, a meta é que cada agente consiga atender uma média de 25 a 30 casas por dia, dependendo do local. “Precisamos eliminar possíveis criadouros para depois fazer a nebulização. Estes agentes promovem tais bloqueios”, diz. Segundo Nelson, ainda, a ideia é insistir para que nenhuma residência deixe de receber os profissionais. “Quando o agente encontra uma casa fechada, fazemos uma segunda visita depois”, conta.

Em seu primeiro dia sozinho em campo, o agente Josias Moras visitou moradores do bairro Barcelona. “Eles têm noção e citam as ações que executam. Nós fazemos a fiscalização e passamos mais algumas orientações”, conta.

No mesmo bairro, o agente Alex Sandro encontrou uma casa com a tampa da caixa de água de forma irregular. Apesar de não terem sido encontradas larvas no local, o agente forneceu instruções e fez a notificação, para que seja providenciado o reparo com prazo de uma semana.

Para Maria Inês Boscoa, uma das moradoras do bairro que teve o atendimento, é necessário que todos recebam os agentes da Prefeitura para que o combate às doenças seja efetivo. “Eu já estou consciente e faço o que é necessário, mas se a população não ajudar, a dengue não vai acabar. É preciso que cada um faça sua parte”, alerta.

Seu vizinho, Amauri Andrade, que tem animais no quintal como coelhos, galinhas, cachorros e pássaros, recebeu os agentes e ouviu novas orientações para cuidado de suas criações. “Não temos casos de dengue na família pois sempre lavo com bucha os recipientes de água dos animais para não virarem criadouros”, comenta.

Os agentes de combate às endemias visitam as casas com colete de identificação, bolsa, larvicidas, luvas, protetor solar e repelente, entre outros materiais necessários para a atuação no dia a dia. Por questão de segurança, o munícipe ainda pode confirmar a identificação do agente através de contato com o setor de zoonoses, pelo telefone (15) 3339.9244.

O portal da Prefeitura de Sorocaba traz informações detalhadas sobre o serviço de combate à dengue através do endereço virtual www.sorocaba.sp.gov.br/dengue.

 

 

 

 

Tags:, , ,