Ouvidoria/156 atendeu quase 39 mil munícipes em dez meses

Por: Vitor Rodrigues (Programa de Estágio) - Supervisão: Renato Monteiro
Foto: Vitor Rodrigues

 

Instituída em 2017, a Ouvidoria Geral do Município registrou nos dez primeiros meses deste ano (janeiro a outubro) quase 39 mil ocorrências, 99% delas foram encaminhadas aos diferentes setores da administração municipal, acionados a partir de demandas apresentadas pelos cidadãos. Foram exatas 38.986 ocorrências, que chegaram pelo portal da Prefeitura, pelo telefone 156 e pelo whatsapp (99129.2426). Destas, 38.596 foram encaminhadas para as respectivas secretarias municipais visando uma solução. A Ouvidoria Geral do Município é vinculada à Secretaria do Gabinete Central da Prefeitura de Sorocaba

Um levantamento realizado pela Ouvidoria revela que a questão da iluminação pública é a campeã entre as demandas que chegam ao órgão, com 5.709 ocorrências. Pedidos de tapa buracos vêm em segundo, com 2.820 apontamentos pelos munícipes, seguido de ocorrências ligadas à saúde pública no município.

A ouvidora Simone Bassalobre explica que para que um problema possa ter solução, é necessário levar-se em consideração fatores que podem ir das condições climáticas até a capacidade orçamentária da Secretaria destino da reclamação. “Um tapa buracos, por exemplo, obedece a um cronograma. Quando chove, o trabalho precisa ser interrompido até que o clima fique seco novamente”, destaca a ouvidora. Bassalobre lembra que o prazo para resposta ao protocolo recebido pelo cidadão no ato da sua reclamação é de 20 dias corridos, com possibilidade de prorrogação por mais dez dias.

Canal de comunicação telefônico direto entre o cidadão e a Prefeitura, o telefone 156 foi instituído bem antes da Ouvidoria Geral. Em funcionamento desde 1989, o 156 é o acesso do munícipe à administração municipal. Através dele chegam, diariamente, reclamações, elogios a funcionários, solicitações de serviços públicos e pedidos de informações.

Embora mais raras, a Ouvidoria recebe cartas, algumas inusitadas, como a de um munícipe sugerindo que as chaves da cidade fossem entregues nas mãos de Deus.

Registrando sua reclamação

Para registrar formalmente algum pedido ou reclamação, com qualquer dos canais de atendimento da Ouvidoria, o cidadão precisará informar seu nome completo, CPF, o endereço do local da ocorrência, assim como o motivo da sua reclamação, por exemplo. Ao final de cada atendimento, o protocolo é encaminhado imediatamente ao setor responsável pela demanda.

Feito isso, o cidadão será informado do número do protocolo de registro da ocorrência para que ele possa acompanhar o seu andamento, por meio do site da Central de Atendimento (www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento). Esse monitoramento do andamento da solicitação também pode ser feita pelo 156, desde que o munícipe informe o número do protocolo de sua solicitação.

Servidora pública há 7 anos, Fátima Mazon é telefonista da Central de Atendimento. Ela conta que o 156 faz todo tipo de registro de reclamação. “Recebemos pedidos de troca de lâmpada, tapa buraco, poda de árvore em área pública e maus tratos de animais. Mas também atendemos os acamados. A pessoa que faz parte do programa Médico em Casa pede a receita médica para o acamado, remoção, transporte por ambulância, contato da equipe médica, por exemplo. A gente também faz, pelo 156, o cadastro de pessoas que vão entrar para o programa”, explica Mazon.

Canais de atendimento da Ouvidoria:

Internet: 156 on-line

Disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana

http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento

WhatsApp Ouvidoria

(15) 99129-2426

De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Telefone: 156

De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Presencial

Casas do Cidadão

De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h

Ouvidoria Geral do Município (Paço Municipal, 2º andar)

Av. Eng.º Carlos Reinaldo Mendes, nº 3041 – Alto da Boa Vista

De segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30

Tags:,