Patrulha Ambiental participa de curso de aperfeiçoamento no Zoo

Por: Mariana Campos – macampos@sorocaba.sp.gov.br

Os guardas civis municipais (GCMs) que atuam na Patrulha Ambiental vão participar nesta quinta-feira (30), às 15h, de um curso de aperfeiçoamento para o atendimento de ocorrências de animais vítimas de maus-tratos em Sorocaba. A capacitação ocorrerá no auditório de Educação Ambiental do Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, com o médico veterinário André Costa, funcionário da Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema).

O objetivo é melhorar ainda mais o atendimento feito pelos patrulheiros ambientais em ocorrências com animais vítimas de maus-tratos em Sorocaba. Durante o curso, o médico veterinário André Costa vai abordar a questão de como identificar maus-tratos, novas legislações e avaliações de situação de risco.

Os patrulheiros ambientais atuam no atendimento de ocorrências de queimadas, corte de árvore, maus-tratos a animais domésticos, desmatamento, disposição irregular de resíduos, tráfico e comercialização de elementos da fauna silvestre e poluição sonora. Eles podem orientar, notificar, autuar e encaminhar o infrator ao órgão competente, além de apreender animais provenientes de ações irregulares, produtos ou subprodutos, instrumentos, petrechos, equipamentos ou veículos.

 

Como denunciar

A população pode denunciar caso de maus-tratos a animais pelo telefone 156 ou pela Central de Atendimento da Prefeitura de Sorocaba: http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento.

Outra opção é denunciar na Depa (Delegacia Eletrônica de Proteção Animal): http://www.ssp.sp.gov.br/depa. É necessário identificar-se para fazer a denúncia e o sigilo dos dados serão preservados se optar pela privacidade no momento do cadastro da denúncia. As providências tomadas pela polícia poderão ser acompanhadas através do número de protocolo gerado após a efetivação da denúncia, juntamente com o número do CPF do denunciante informado.

Já no caso de animais silvestres, a população deve denunciar pelo telefone (15) 3238.2050 (Polícia Militar Ambiental). Em casos de flagrantes ou emergência acionar a polícia militar através do telefone 190.

É importante ressaltar que a falsa comunicação de um crime também é crime e tem pena prevista no Artigo 340 do Código Penal Brasileiro, por isso certifique-se que a denúncia é verdadeira.

Tags: