Policlínica recebeu capacitação de feridas crônicas para 40 profissionais

Por: Marcelo de Almeida Jr.

A Policlínica Municipal de Especialidades “Edward Maluf” recebeu uma capacitação multiprofissional em prevenção e tratamento de feridas crônicas. A qualificação aconteceu entre os meses de junho e julho deste ano, com duração de quatro semanas. Entre enfermeiros e técnicos de enfermagem da rede de Sorocaba e de cidades da região, 40 profissionais foram capacitados. A realização foi possível através de uma parceria da Secretaria do Estado de Saúde (Divisão de Hanseníase) com a Secretaria da Saúde de Sorocaba (Ambulatório de feridas e pé diabético).

De acordo com a enfermeira estomaterapeuta do Ambulatório de Feridas e Pé Diabético, Uiara Kaizer , o objetivo do curso foi melhorar a qualidade do atendimento e avaliação dos pacientes acometidos com feridas. As aulas foram realizadas às sextas-feiras, sendo metade parte teórica no Hospital Gpaci e a outra metade parte prática na Policlínica. Durante a realização foram abordados temas como: anatomia, fisiologia da cicatrização, conceitos de lesões de pele, classificação, tipos de curativos, prevenção de úlceras (neuropáticas, por pressão e vasculogênicas), avaliação das lesões de pele, avaliação de feridas e tratamento, além de discussões sobre casos atendidos.

A Policlínica foi escolhida, pois o ambulatório de feridas da cidade se destaca na região pela estrutura, profissionais e pelo número de pacientes com feridas. Uiara explica que é a primeira vez que Sorocaba recebe uma capacitação dessa grandeza, pois nessa ocasião participaram mais nove cidades da região: Itararé, Itapetininga, Salto, Alambari, Itapeva, Piedade, Buri, Ibiúna e Mairinque.

“É importante destacar que o ambulatório oferece sempre a capacitação prática para os profissionais da rede estarem se aprimorando e atualizando no cuidado com as pessoas acometidas por feridas”, relata Uiara. A enfermeira também destaca que a troca de experiência entre as cidades da região sobre o tema foi de grande valia.

O curso foi ministrado pela Drª Ana Maria Amato Bergo e Drª Soraia Rizzo, ambas com especialidade em estomaterapia e atuam no Grupo Assessor de controle e combate a hanseníase pela Secretaria Estadual da Saúde desde 2007.

 

Ambulatório de Feridas e Pé Diabético

A SES também conta com o Ambulatório de Feridas e Pé Diabético, situado na estrutura predial da Policlínica Municipal, que oferece atendimentos para pacientes com problemas nos pés, como feridas, calos, ressecamento, deformidades, lesões crônicas nas pernas (úlcera por pressão e deiscência cirúrgica), além de vários problemas causados por pacientes diabéticos. Os atendimentos são realizados desde 2005 e oferece assistência multiprofissional especializada aos pacientes SUS.

A equipe multiprofissional do Ambulatório é composta por uma enfermeira estomaterapeuta e profissionais das áreas de cirurgia vascular e cirurgia plástica. Além de técnicos e auxiliares de enfermagem, assistência social, fisioterapia, nutrição, podologia e dermatologia.

Os atendimentos no Ambulatório de Feridas e Pé Diabético são realizados de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h, com os pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

 

Tags: