Prefeito anuncia que famílias se mudarão para o Carandá no final de março

Por: Fabiana Sorrilha

O prefeito José Crespo anunciou nesta quinta-feira (9), durante entrevista a uma rádio de Sorocaba, que a entrega das chaves às famílias que irão morar no Residencial Carandá acontecerá entre os dias 25 e 31 de março. O prefeito está em Brasília, onde participa de várias reuniões para buscar recursos para a cidade que serão utilizados, em especial, na área de Mobilidade Urbana e para garantir que as 2.560 famílias se mudem para o Carandá com parte dos equipamentos públicos, como uma creche, uma escola, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e o posto de saúde, prontos.

Durante reunião com a secretária Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, Márcia Henriqueta Arantes Ferreira Alves, o prefeito teve assegurado que recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) sejam liberados para que essa construção finalmente aconteça. São R$ 21 milhões que devem ser usados para a instalação dos equipamentos públicos no Residencial Carandá. “Pudemos garantir que esse dinheiro irá sair nos próximos meses para a construção dos equipamentos que deveriam ter sido construídos juntamente com os prédios das habitações, mas não foram. Com essa garantia e com o apoio do Ministério Público Estadual e Federal vamos fazer as entregas das chaves no final de março”, ressaltou o prefeito.

Para não ter de esperar a construção dos equipamentos, o prefeito propõe utilizar escolas modulares até a conclusão daquelas obras. Essas estruturas podem ser erguidas de forma mais rápida, entre cinco e seis meses, quase a metade do tempo da construção tradicional, e são aprovadas do ponto de vista técnico pelo próprio Ministério das Cidades. “Estamos buscando o aval para soluções mais rápidas que possam resolver o problema que herdamos da administração passada, porque as pessoas estão sofrendo com a demora para a entrega”, destacou o prefeito.

Mais segurança viária

Na próxima semana, a vice-prefeita Jaqueline Coutinho e o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Maurício Campanati, vão se reunir com o secretário de Estado de Logística e Transporte, Alberto José Macedo Filho, para solicitar alterações no trevo projetado pelo governo como acesso ao Residencial Carandá, que ficou muito estreito, segundo os técnicos da Prefeitura, os quais apresentaram uma proposta de mudança. A duplicação da rodovia Emerenciano Prestes de Barros, que liga Sorocaba a Porto Feliz e passa em frente ao residencial, também será solicitada durante o encontro.

A audiência estava marcada para esta sexta-feira (10), mas o secretário pediu no final da tarde desta quinta para adiar. Ele terá de acompanhar o governador em outro evento.

“O Carandá terá mais de 20 mil moradores, uma cidade maior e com mais habitantes que muitas do Estado. Serão 47 ônibus do transporte municipal vindo por essa estrada perigosa”, ressaltou Crespo.

 

Outras novidades anunciadas

José Crespo também esteve na Secretaria do Tesouro Nacional para solicitar a liberação do financiamento à Corporação Andina de Fomento (CAF) na ordem de US$ 70 milhões para o Sorocaba Total 2, projeto que visa melhorias viárias, uma importante solução para o trânsito da cidade.

Em reunião com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), o prefeito obteve sinal verde para o projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), o metrô de superfície que vai de Leste a Oeste e que ligará o distrito de Brigadeiro Tobias a George Oeterer, além do aproveitamento de todas as oficinas da antiga Fepasa para criar um espaço cultural para a cidade. “Lá faremos desfiles cívicos, convenções e até o desfile de Carnaval e a forma como obteremos as obras para esse espaço será o objeto de uma grande Parceria Público-Privada (PPP)”. O DNIT também sinalizou positivamente para que Sorocaba siga com a proposta do trem da CPTN que irá até São Paulo numa velocidade média de 120 km/h.

“Nesta quinta-feira (9), vamos à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), onde vamos trabalhar num projeto menos arrojado, mas também muito importante para colocar a locomotiva Maria Fumaça 58 num projeto de um trem turístico entre Sorocaba a Votorantim”, informou Crespo.

O prefeito também teve reunião na Secretaria de Mobilidade para solicitar autorização para alterar o projeto do BRT. “Queremos implantar o Sistema BRT no eixo Norte, da Avenida Itavuvu, desde o Terminal Santo Antônio até as proximidades do Parque Tecnológico, além de garantir dinheiro para um projeto de pavimentação de ruas, com prioridade para a Avenida 3 de Março”.

Tags:,