Prefeito Crespo faz reunião emergencial e anuncia medidas para minimizar impacto das rescisões na Toyota

Por: Neide Barbosa e Marcelo Andrade

Foto: Rafael Baddini

A reunião contou com a participação de secretários municipais e dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos

O prefeito de Sorocaba, José Crespo, em reunião emergencial intersetorial envolvendo seu secretariado e o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba (SMetal), discutiu e anunciou medidas para auxiliar e minimizar o impacto aos trabalhadores que não tiveram os seus contratos de trabalho temporários renovados pela empresa Toyota. Esta semana, a empresa anunciou o encerramento do terceiro turno, o que resultará na rescisão de contrato com 740 funcionários da fábrica de automóveis de Sorocaba e mais 100 da fábrica de motores de Porto Feliz. A empresa é a principal exportadora de veículos para a Argentina, cujo país passa por uma crise econômica. Apesar do anúncio das rescisões, o prefeito José Crespo destacou que outras empresas estão se instalando em Sorocaba com a oferta de novos postos de trabalho.

Dentre as medidas anunciadas pelo José Crespo, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (21), está o cadastramento dos trabalhadores da Toyota junto ao Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e a possibilidade de disponibilizar um guichê exclusivo para o atendimento dessas centenas de trabalhadores que devem procurar o local. José Crespo ressaltou que o atendimento não afetará as demais pessoas que estejam cadastradas na unidade e estiverem qualificadas para as vagas disponíveis. O prefeito também anunciou que a Universidade do Trabalhador, Empreendedor e Negócios (Uniten), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda (Sedetter) terá um papel importante na oferta de cursos profissionalizantes a esses trabalhadores. Além do setor metalmecânica, os cursos serão voltados a outros setores para que esses e outros trabalhadores da indústria tenham a possibilidade de atuarem em outras áreas com apoio da Associação Comercial de Sorocaba (ACSO) e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) regional de Sorocaba. “Precisamos incentivar ações a curto prazo para que esses trabalhadores possam voltar rapidamente ao mercado de trabalho”, disse José Crespo ao apresentar as medidas à imprensa e a sua preocupação com os trabalhadores.

O prefeito também destacou, entre as ações, que vai intermediar junto aos governos do estado e federal a liberação de créditos do ICMS devidos às empresas, dentre elas a Toyota, para que possam fazer investimentos e gerar empregos. Outra medida anunciada diz respeito ao estudo que será iniciado em algumas secretarias visando a diminuição da burocracia que liberem as autorizações para que as empresas possam se instalar em Sorocaba em um curto espaço de tempo, apesar da cidade ocupar hoje o 5º lugar no ranking do Estado nessas liberações. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda, Robson Coivo, disse que as medidas anunciadas pelo prefeito estão sendo estudadas pelo Grupo de Análise de Projetos Especiais (GAPE), criado com a finalidade de estudar estratégias para facilitar a implantação de novas empresas na cidade e, consequentemente, a geração de mais empregos. O Grupo terá ainda a função de identificar quantos desses trabalhadores que vão ter seus contratos rescindidos são de Sorocaba e de outros municípios da região.

A administração municipal pretende reunir os prefeitos da região para discutir medidas que possam impulsionar a atração de novos investimentos e a consequente geração de postos de trabalho. Coivo disse que nos últimos anos, a administração municipal tem adotado medidas visando atrair novas empresas e manter investimentos das já instaladas na cidade. “O resultado dessas gestões têm sido o aumento no número de vagas de trabalho oferecidas pelo PAT e pelas unidades descentralizadas que já estão funcionando nas Casas do Cidadão”, disse o secretário. Já o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba, Leandro Soares, ao lado do diretor do SMetal, Izídio de Brito, elogiou a iniciativa do prefeito José Crespo em discutir medidas que possam minimizar os impactos da não renovação dos contratos de trabalho na Toyota e colocou o sindicato à disposição da prefeitura para a atuação em conjunto. “Observamos a disposição do prefeito José Crespo em atenuar os efeitos dessa medida tomada pela Toyota que afeta toda uma cadeia produtiva, atingindo, inclusive, outros setores da economia do município”, disse Leandro Soares.

Abertura de novas vagas de trabalho

Durante coletiva à imprensa nesta sexta-feira (21), o prefeito José Crespo destacou que novos postos de trabalho estão sendo gerados em Sorocaba, como por exemplo, as 500 vagas diretas e indiretas que serão criadas pelo Supermercado Confiança, que está em vias de ser inaugurado. Além desse, mais duas unidades de outro supermercado também serão inauguradas nos próximos meses. No último dia 4, o prefeito José Crespo visitou as instalações do novo Centro de Excelência da empresa Prysmian Group, que ampliou sua estrutura na cidade para sediar o headquarter América Latina da multinacional italiana. De acordo com informações da empresa, foram investidos, desde o final de 2017, cerca de R$130 milhões em infraestrutura e maquinários para a expansão da unidade localizada no bairro Éden, cuja área total ultrapassa 23mil m². Ao abrigar a sede administrativa e aumentar as linhas de produção de fios e cabos de energia e de telecomunicações, a empresa gerou mais de 250 empregos diretos, contribuindo para o desenvolvimento da economia local.

Muito mais por Sorocaba!

Tags:,