Prefeito Crespo recebe diretoria e apoiadores do Selo Social para ouvir sobre resultados do ciclo 2018

Por: Viviane Gonçalves

“ É somente estreitando laços que qualquer cidade pode se considerar moderna, inteligente e retribuir socialmente para que a gente se torne uma família, um grupo realmente social”. Foram com estas palavras que o prefeito José Crespo encerrou a reunião realizada nesta quinta-feira (06) com a diretoria do Instituto Abaçai, responsável pelo Programa Selo Social em Sorocaba, e com os representantes das empresas apoiadoras, sobre os resultados obtidos no ciclo de 2018.
O número de mais de 600 impactos nos projetos inscritos, nas áreas de Meio Ambiente, Educação, Inclusão, Saúde, Política, Cultura, Economia e Urbanização, é recorde na cidade. “Estamos muito felizes com este resultado. Este número também é recorde para o Instituto! É muito gratificante trabalhar em Sorocaba, pois temos o envolvimento de todos os setores de forma igualitária, o que possibilita a garantia de bons resultados”, disse Carina Giunco, diretora geral do Instituto Abaçai Brasil.
Além dela, Luciana Suemi, representante do Instituto Abaçai – SP, Oscar Vieira Filho, diretor geral da Esamc, o professor Hélio Rubens da Esamc, Ricardo Nacaratti diretor de Meio Ambiente da Unimed, Otávio Santos da Selfmídia, Gilmar Miranda gerente do Sorocaba Park Hotel, Fernando Santos da Kanjiko do Brasil, Raquel Haring da Flex e Maria da Penha Nihei da Secid, também participaram da reunião.
Para a secretária da Cidadania e Participação Popular e articuladora do programa, Suélei Gonçalves, o projeto é uma oportunidade das empresas e do poder público de se envolverem com as causas sociais. “Iniciativas como esta trazem um ganho social grande para a nossa cidade. A cada ciclo e a cada relatório que nos é apresentado, notamos que como a cidade ganha e isto está alinhado com o que a nossa secretaria e este governo propõem”, conta ela.
O projeto atua em Sorocaba pelo 5° ano em parceria com a Secretaria de Cidadania e Participação Social (SECID), dando condições para que os três setores pensem juntos e busquem a formalização de parcerias, no sentido de trabalhar elementos ou programas sociais como ações prioritárias, que demostrem o seu compromisso, visando melhorar a qualidade de vida da cidade.
Para a validação dos impactos o Selo Social conta com um conselho local, e em Sorocaba esta composição foi fortalecido com o envolvimento de representantes dos 3 setores, sendo das secretarias de Comunicação e Eventos, Educação, Abastecimento, Agricultura e Nutrição e Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda. Já no Setor Privado fazem parte deste ciclo: ESAMC, MOB Eventos, Unniroyal, Atlanta Ind e Comercio e D.A.R. Corretora de Seguros e no Setor Social estão envolvidos: Associação Benef. Antônio José Guarda, Centro Social São José, Casa Transitória André Luiz, SuperPalhaços e Associação Comercial – ACSO.
Para celebrar estas conquistas, haverá um grande evento a certificação que está agendada para dia 21 fevereiro de 2019, no Teatro Municipal Teotônio Vilela.
O programa Selo Social Sorocaba é totalmente gratuito aos participantes inscritos, tendo como investidores – DANA, Unimed Sorocaba, Kanjiko, ESAMC, FLEX, Sorocaba Park Hotel e Sefmidia.
Outras informações podem ser obtidas no site do Instituto: www.selosocial.com.

Novidades para 2019

Para o próximo ciclo, oito projetos já estão sendo realizados com representantes de 7 grupos (cada um leva o nome de uma empresa investidora no programa) para 2019 através de ferramentas, como o mapa de sustentabilidade ao acordo de participação. “Esta ação irá fortalecer a ideia de que juntos os trabalhos se fortalecem dentro da realidade local. “Planejando o futuro de Sorocaba”, será um sucesso!!”, afirmou o orientador e presidente do Instituto Abaçaí Brasil, Áureo Giunco Junior.

#MuitoMaisPorSorocaba

#SeloSocial

Tags:,