Prefeitura busca apoio para reduzir custos de chuveiros aos moradores do Carandá

Por: Marcelo Adifa - mlribeiro@sorocaba.sp.gov.br

A Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária da Prefeitura de Sorocaba iniciou discussão com a CPFL Piratininga, nesta segunda-feira (16), para tentar reduzir os custos com a compra de chuveiros pelos futuros moradores do Residencial Carandá.

O secretário Maurício Campanati disse que está tentando estabelecer algum programa de parceria com a subsidiária de energia para a aquisição dos equipamentos, pois o modelo blindado, definido pela construtora do conjunto, custa cerca de R$ 300.

O problema surgiu na gestão passada, quando a construtora sugeriu ao órgão financiador que fossem utilizados chuveiros blindados de 110 volts e 4.400 watts, porque eles têm maior durabilidade e segurança e evitam choques, e isto não pode ser modificado agora.

“Essa definição é da construtora e a Prefeitura não pode fazer nada. Por isto, estamos tentando ajudar com uma parceria com a CPFL, que já financiou a troca de geladeiras para economizar energia. Mas não sabemos se haverá algum programa desse tipo”, disse ele.

Tags:,