Prefeitura de Sorocaba implanta piloto de Floresta Urbana na avenida Américo Figueiredo

Por: Secom Sorocaba

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), deu início nesta semana à implantação do projeto piloto de Floresta Urbana na avenida Américo Figueiredo, na Zona Oeste da cidade, próximo à Unidade Básica de Saúde (UBS) Sorocaba 1. Na calçada de ambos os lados da via foram plantadas 40 mudas de diferentes espécies de ipês.

“O nosso intuito é ampliar a arborização em uma das principais vias da cidade, com grande circulação de pedestres, para oferecer uma melhor qualidade ambiental e de vida à população”, destaca o secretário da Sema, Jessé Loures. Segundo ele, foram criados amplos espaços permeáveis – os chamados espaços-árvore – para permitir o desenvolvimento adequado do exemplar arbóreo.

A partir desse projeto piloto, propõe-se que a árvore tenha seu lugar adequado e específico nas calçadas, a fim de evitar seu corte pelo conflito com demais equipamentos, como postes, tubulações ou mesmo as entradas de garagem, que, muitas vezes, chegam depois das árvores.

A iniciativa está alinhada às discussões que vem ocorrendo entre os profissionais da área da arborização urbana e tem sido estimulada pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, por meio do Programa Município VerdeAzul.

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins, foram plantadas sete mudas de ipê branco, 10 mudas de ipê amarelo e seis novas mudas de ipês roxo, rosa e verde. No local, já existia uma mangueira, uma aroeira-salsa, uma leucena e três fícus, que tiveram seus canteiros ampliados.

Nos locais de plantio, a equipe da Sema colocou banners que explicam à população o trabalho que está sendo realizado no local e placas de identificação dos espaços-árvore.

 

Benefícios

A presença da arborização urbana tem comprovada eficiência para a estabilidade microclimática, redução da insolação direta e redução da velocidade dos ventos, além da melhoria das condições para a biodiversidade, redução de ruído, entre outros, desempenhando assim um importante papel na melhoria da condição ambiental das cidades e, consequentemente, a melhoria na qualidade de vida de seus habitantes.

A implantação do projeto piloto também torna mais efetiva a utilização dos espaços públicos, como, por exemplo, a utilização das calçadas pelos pedestres, uma das ações incentivadas pela Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei nº 12.587/2012).

Além disso, uma das diretrizes da Política Municipal sobre Mudanças Climáticas (Lei nº 14.447/2016) é a promoção da arborização das áreas públicas e dos passeios públicos, devendo o poder público promover a arborização das vias públicas e a requalificação dos passeios públicos com vistas a ampliar sua área permeável. Considerando a importância da arborização viária para a biodiversidade, sua melhoria ainda está alinhada aos objetivos estratégicos das Metas de Aichi 2011-2020.

 

 

 

Tags: