Prefeitura de Sorocaba seleciona novos residentes para atuarem no zoo

Por: Secom Sorocaba

Nesta segunda e terça-feira (7 e 8), a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), realizou a seleção de novos residentes que vão atuar no Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”. Três candidatos foram aprovados e a partir de 1º de fevereiro deste ano começarão a participar do Programa de Residência em Medicina Veterinária, na área de animais silvestres, do zoo.

“Essa oportunidade única dos profissionais atuarem no zoo, que é referência na América Latina nas áreas de lazer, pesquisa, educação ambiental e preservação de espécies, é possível graças ao convênio de Cooperação Técnica entre a Universidade Estadual “Júlio de Mesquita Filho” – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp – Campus de Botucatu e a Prefeitura de Sorocaba que existe desde 2004”, destaca o secretário da Sema, Jessé Loures.

A Prefeitura de Sorocaba disponibiliza uma bolsa de R$ 1.441,72 por mês durante a vigência do programa para cada residente. De acordo com a Sema, participaram do processo seletivo 35 candidatos, provenientes das mais diversas cidades do Brasil, inclusive pessoas da Região Sul e Nordeste do país. Eles fizeram uma prova escrita, análise de currículo, entrevista e prova prática.

Os residentes atuam na assistência em todas as suas modalidades (Ambulatorial, Hospitalar, Plantões Médicos e outras) aos animais do zoológico, acompanhando a rotina de atividades gerais da instituição e em particular do serviço médico-veterinário. Eles também auxiliam em atividades teórico-práticas de programas ambientais educacionais promovidos pelo zoo e/ou Unesp Botucatu, sempre sob orientação e supervisão do preceptor.

Outras atividades são os estudos dirigidos, teórico e/ou prático, sobre assuntos pertinentes e correlacionados a Animais Silvestres, Conservação, Saúde Ambiental e Ecologia. Os participantes também desenvolvem atividades práticas na área de seu interesse específico em locais que excepcionalmente possam contribuir para a sua boa formação, de acordo com o preceptor e Conselho de Residência em Medicina Veterinária – Área de Animais Silvestres.

 

Sobre o programa

O programa é aberto a todos os médicos veterinários portadores de diploma de graduação obtido no máximo há 2 anos, e alunos portadores de atestado de estarem cursando o último semestre do Curso de Graduação em Medicina Veterinária em escola reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

A duração do programa é de um ano, com carga horária de 2.200 horas, das quais 80 a 90% se destinam a treinamento em serviço supervisionado, incluindo plantões, e de 10 a 20% em atividades de seminários, discussões e reuniões clínicas, em regime de 48 horas semanais, com possibilidade de mais 2.200 horas no segundo ano de programa após avaliação por seus preceptores. Mais informações sobre o programa podem ser obtidas pelo telefone (15) 3227-5454.

 

Muito mais por Sorocaba!

Tags: