Prefeitura realiza apresentação sobre febre amarela à imprensa

Por: Marcelo Almeida

Para promover um esclarecimento melhor da doença e das ações preventivas contra a febre amarela, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Saúde (SES), realizou uma apresentação didática sobre o assunto à imprensa, nesta terça-feira (30) no salão de vidro do Paço Municipal. O encontro foi comandado pelo secretário de saúde, Dr. Ademir Watanabe e os jornalistas tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas sobre o tema para auxiliar o governo municipal a efetuar uma campanha mais intensiva de combate a febre amarela junto à população sorocabana, que já contabiliza 53.664 imunizações.

A apresentação foi realizada em duas partes, a primeira parte foi apresentada pela enfermeira e chefe da Divisão Epidemiológica, Daniela Malaquias, que explicou sobre a doença em geral. Em sua apresentação, a profissional explicou as indicações e contraindicações da vacina, a estratégia de corredores ecológicos orientada pela Secretaria do Estado de Saúde, a porcentagem de risco da doença, o público que deve ser vacinado em Sorocaba, além de destacar a importância de não compartilhar de informações não oficiais pelas redes sociais. “Em vinte e dois dias de ações preventivas, imunizamos mais de 50 mil pessoas em Sorocaba, através das estratégias orientadas pelo Estado, nas regiões próximas dos corredores ecológicos”, explicou Daniela.

A segunda parte foi para explicar sobre as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor responsável sobre o ciclo urbano da febre amarela, que não acontece desde 1.942. Além disso, é o mesmo mosquito que transmite a dengue, chikungunya e zika. Para explicar e sanar as dúvidas da imprensa, a palestrante foi a veterinária e chefe da Divisão de Zoonoses, Thaís Buti. A veterinária explicou as medidas de combate ao mosquito realizadas pelo setor, como nebulização, bloqueio e remoção de criadouros por meio de visita casa a casa, arrastão, inspeção de “pontos especiais” (locais onde circulam muitas pessoas) e Avaliação de Densidade Larvária. “Diferente da suspeita de outras arboviroses, quando se há notificação de suspeita de febre amarela, nossa equipe imediatamente realiza nebulização e bloqueio de casa a casa no raio estratégico da ação. Não esperamos a confirmação da doença.”, ressaltou a veterinária.

Ao final do evento, o secretário de saúde, Dr. Ademir Watanabe, acompanhado das duas profissionais, concedeu entrevistas e sanou dúvidas para todos os profissionais da imprensa.

Tags: