Prefeitura reforça a importância da vacinação contra a febre amarela

Por: Marcelo Almeida Jr

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Saúde (SES), reforça a importância da vacinação contra a febre amarela na cidade. Atualmente, 32 Unidades Básicas de Saúde realizam a vacinação para a toda população. Segundo a Vigilância em Saúde do município, a procura está sendo muito baixa e há desperdício de doses, pois após a abertura do frasco, o mesmo possui validade de seis horas. No dia 19 de março, a Prefeitura ampliou o horário de vacinação para aumentar o acesso da população à vacina, mesmo assim, a procura continua baixa. A Vigilância em Saúde também alerta que o vírus da doença continua circulando em área silvestre e toda a população de Sorocaba deve ser vacinada, com exceção das pessoas que possuem contraindicação da vacina.

Para a enfermeira e chefe da Divisão da Vigilância Epidemiológica, Daniela Malaquias, é preciso que a população se conscientize e procure uma UBS para se imunizar. “Quando a vacina era limitada sob a orientação da Secretaria do Estado, houve uma busca desenfreada pela dose. Agora que temos 32 pontos vacinando durante o horário de funcionamento da unidade, os cidadãos acabam não procurando a imunização”, explica Daniela.

As UBSs Cerrado, Márcia Mendes, Wanel Ville, Barão, Maria Eugênia, Nova Esperança, Angélica, Maria do Carmo, Habiteto, Paineiras, Ulisses, Cajuru do Sul, Sabiá, Barcelona, Escola e Santana estão programadas para vacinar a população das 7h às 16h30. Já as unidades Simus, São Guilherme, Sorocaba I, Rodrigo, São Bento, Carandá, Fiori, Mineirão, Nova Sorocaba, Laranjeiras, Vitória Régia, Aparecidinha, Brigadeiro Tobias, Haro, Hortência e Éden realizarão a vacinação das 7h às 18h30.

Até o dia 16 de março, 156.899 pessoas foram imunizadas. A meta é que 87% da população de Sorocaba seja imunizada e o encerramento da campanha está previsto para início do mês de maio de 2018. A vacina não é indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses, pessoas com história de uma ou mais manifestações anafiláticas após ingestão de ovo e imunodeprimidos.

Para se vacinar, o cidadão deverá procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência e levar consigo o documento de identificação com foto e a carteirinha de vacinação. O endereço das 32 UBSs podem ser consultados no site: http://saude.sorocaba.sp.gov.br/destaques/unidades-basicas-de-saude.

4 casos importados

Sorocaba registrou quatro casos importados confirmados de febre amarela em 2018. As informações foram prestadas pela Vigilância em Saúde, após a confirmação laboratorial. Essas quatro pessoas contraíram a doença nas seguintes cidades: Mairiporã (SP), Tapiraí (SP), Piedade (SP) e São João del-Rei (MG). Três pacientes já tiveram alta e o homem de 22 anos, que estava internado no município de São João de-Rei-MG, morreu. Até o momento, o município não registra nenhum caso autóctone, ou seja, nenhum caso confirmado dentro da área territorial de Sorocaba.

Tags: