Procon Sorocaba quer incluir município em Sistema Nacional de Informação e Defesa do Consumidor

Por: Renato Monteiro

Sorocaba quer se credenciar para receber a nova versão do Sistema Nacional de Informação e Defesa do Consumidor (Sindec), um sistema informatizado que permite o registro de demandas individuais dos consumidores que recorrem aos Procons. A manifestação do município foi feita diretamente pelo superintendente do Procon de Sorocaba, Carlos Alberto de Lima Rocco Júnior, ao secretário Nacional do Consumidor, Luciano Benetti Timm, durante reunião ocorrida na última terça-feira (8), na sede do Ministério da Justiça, em Brasília. O encontro do representante do Procon de Sorocaba com o secretário foi articulado pelo deputado federal sorocabano, Capitão Guilherme Derrite.

O Sindec consolida registros em bases locais e forma um banco nacional de informações sobre problemas enfrentados pelos consumidores. O superintendente Rocco Júnior explica que, inicialmente, a previsão é a de que apenas as capitais recebam o sistema, “mas Sorocaba sai na frente, colocando-se como candidata a ser uma das pioneiras a integrar as informações.” O deputado Capitão Derrite avaliou o encontro como bastante produtivo e reiterou que o seu papel, como parlamentar, é o de aproximar Sorocaba, que é a sua cidade natal, do Governo Federal.

O encontro do superintendente do Procon com o representante da Secretaria Nacional do Consumidor serviu, também, para promover uma maior integração entre a SENACON e o Procon Sorocaba. “O Procon Sorocaba atende, em média, 2 mil consumidores/mês de Sorocaba e também de municípios da região, o que atesta a relevância dos seus serviços”, Rocco Júnior.

Tags: