Programa ‘Sorocaba Voluntária’ ultrapassa expectativa de candidatos

Por: Neide Barbosa

O Programa ‘Sorocaba Voluntária’ lançado no final de julho de 2017 pelo prefeito José Crespo, já ultrapassou a expectativa de candidatos interessados em atuar nas entidades beneficentes da cidade. A meta era cadastrar cerca de 100 pessoas em um período de um ano (12 meses) mas, em apenas três meses foram registrados 305 interessados em doar um pouco do seu tempo, de forma voluntária a quem precisa. Até agora, 11 entidades beneficentes da cidade também se cadastraram no programa da prefeitura.

Segundo a Secretária da Cidadania e Participação Popular (Secid), Suélei Gonçalves, o voluntariado vem crescendo muito. Cada vez mais, as pessoas estão tendo a real noção do que é ajudar o próximo. “Nosso programa (Sorocaba Voluntária) vem justamente de encontro com essa demanda de pessoas que querem se dedicar a outros e às entidades que precisam de ajuda”, explica.

A intermediação do cadastramento de voluntários e entidades sociais é feita pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid), em um link na página da prefeitura e não há qualquer custo para a entidade interessada.

Na página, os candidatos (voluntários e entidades) tem acesso a um vídeo (tutorial) explicando passo a passo como fazer o cadastramento. De posse dessas informações, é possível preencher uma ficha online que é acessada diretamente pela Secid e só depois de uma criteriosa análise é que vai para um banco de dados de candidatos.

“Quando a entidade cadastrada junto à Secid precisa de um voluntário com um determinado perfil nós enviamos os dados desses candidatos que se encaixam nos critérios pretendidos e a entidade faz o contato para uma futura entrevista”, explica a secretária Suélei Gonçalves.

O programa, que visa encontrar pessoas engajadas e que queiram ajudar o próximo, tem como importância o ato de caridade. Os voluntários atuarão em secretarias municipais ou organizações da sociedade civil, nos dias e horários de sua preferência, sendo regidos pela Lei Federal 9.608/98, ao qual não receberão salários e gratificações, pois não terão vínculo empregatício.

“As entidades também não terão ônus nenhum com o trabalho, e ficam apenas com a responsabilidade da triagem e capacitação do voluntário”, explica a Secretária da Cidadania e Participação Popular (Secid), Suélei Gonçalves.  As entidades que tem interesse em voluntários também devem se cadastrar pelo mesmo site que os futuros voluntários:http://www.sorocaba.sp.gov.br/voluntarios/.

Tags: