Guindaste auxilia restauro de pilares na Arena Multiúso

Por: Eduardo Santinon – esantinon@sorocaba.sp.gov.br

Recomposição da primeira pilastra será concluída nesta terça-feira (16). Oito delas receberão intervenção pontual e outras oito terão partes inteiramente refeitas

Um guindaste está sendo usado nas obras de restauro de oito dos pilares que foram danificados com a queda da cobertura da Arena Multiúso, em fevereiro do ano passado. As frentes de trabalho estão concentradas nesse serviço e a previsão é que em noventa dias toda a cobertura esteja pronta. Paralelamente, informa a Secretaria de Mobilidade, Desenvolvimento Urbano e Obras (Semob), estão sendo feitos o nivelamento de piso, intervenções elétricas e hidráulicas nas áreas dos banheiros, lanchonete e setor administrativo, bem como a conclusão da parte de alvenaria com a aplicação de reboco.

Em cada uma das oito vigas da estrutura, num primeiro momento é exposta a ferragem antiga no ponto danificado. Depois ela é trocada por uma nova, mais resistente. “Nesses oito pilares, num dos lados da arena, a intervenção consiste num corte no ponto exato onde a ferragem foi rompida”, explicou o engenheiro Antonio Carlos, da Progedior. Essa empresa foi a vencedora da licitação da obra e está responsável pela reconstrução das partes afetadas, bem como com o custo total da nova estrutura.

Uma escora metálica garante a estabilidade do pilar durante o serviço e impede a sua envergadura. O içamento das estruturas é feito pelo guindaste, que permanecerá na obra até a conclusão dessa etapa do serviço. Do ouro lado da Arena, a parte superior de outros oito pilares será totalmente refeita, uma vez que a gravidade do dano não permite restauros pontuais. “Toda a caixaria e ferragem estão prontas, a arquibancada foi escorada e os andaimes estão sendo montados. Depois vamos iniciar a concretagem”, destaca o engenheiro.

O secretário de Esportes e Lazer Francisco, Moko Yabiku, vistoriou as obras nesta segunda-feira e está otimista com o ritmo. “Ainda tem muita coisa a fazer, mas tudo está no prazo previsto e a obra será entregue até dezembro.” Na última semana Yabiku aproveitou para conferir também a montagem da nova cobertura metálica, numa empresa na Zona Industrial. “Está pronta e permitirá melhor aproveitamento da luz e da ventilação natural”, completa.

A Arena Multiúso está sendo construída no quilômetro 106 da Rodovia Raposo Tavares, no sentido interior-capital. Essa obra faz parte do futuro Centro Olímpico projetado para ter piscina, ginásio poliesportivo e pista de atletismo. A área total de construção é de 5.889 m² e a Arena terá capacidade para aproximadamente cinco mil pessoas. O valor previsto da obra é de R$ 14.174.466,90.

Tags: