Endereço: http://agencia.sorocaba.sp.gov.br/ruas-de-sorocaba-ganham-mais-600-conteineres/
Acessado em: 29/04/2017 - 12h39

Ruas de Sorocaba ganham mais 600 contêineres

Por: Bia Negrão

A Prefeitura de Sorocaba disponibiliza, a partir desta terça-feira (18), 600 novos contêineres de 1.000 litros para serem usados nas ruas da cidade. Os novos dispositivos de coleta de lixo doméstico representam um aumento de aproximadamente 15% no número de contêineres disponíveis. Hoje, Sorocaba conta com 4.000 contêineres de 1.000 litros e 1.200 contêineres de 240 litros. Esse aumento foi possível através de uma renegociação com o fornecedor, determinada pelo atual governo, e não terá custo para o município.

Serão conteinerizados nove locais da cidade que não contavam com os contêineres. São eles:

- Jardim Nova Esperança
- Vila Tupã
- Jardim Rodrigo
- Jd. Marli
- Caputera
- Av. 3 de Março
- Rua Comandante Salgado
- Rua Chile
- Rua Dr. Campos Salles

A coleta de lixo na cidade vem demandando uma especial atenção da atual administração municipal. Para atender essa demanda e poder disponibilizar o melhor serviço à população, a Prefeitura vem realizando um estudo técnico que engloba a coleta de lixo orgânico, coleta e destinação do lixo reciclável, os contêineres, os aterros e outros assuntos pertinentes ao lixo.

A Prefeitura reconhece a necessidade de mais contêineres na cidade, mas essa ampliação está sendo analisada, principalmente sobre qual o tamanho e tipo são mais adequados às necessidades da população. A previsão é de que em 60 dias o estudo esteja concluído.

Ações positivas de tratamento

Com o propósito de conhecer de perto algumas ações positivas que estão sendo implantadas em algumas cidades, os técnicos e secretários estão realizando visitas monitoradas objetivando analisar e discernir o que será melhor para ser implantado na cidade de Sorocaba.

A próxima visita técnica está programada para a semana que vem, quando o grupo visitará a cidade de Botucatu para conhecer o processo desenvolvido para o tratamento do lodo do rio, que é 100% reaproveitado, transformando-se em adubo após a compostagem.