Saae-Sorocaba usa fumaça para diagnosticar melhoria na rede de esgoto

Por: Leandro Nogueira - leandronogueira@saaesorocaba.sp.gov.br

A fumaça que será usada pode ser aspirada por pessoas ou animais,
sem riscos à saúde ou de reação, pois não é tóxica e nem tem cheiro

A partir da segunda-feira (16) o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba (Saae-Sorocaba) realizará uma ação com o uso de fumaça para promover a otimização da rede de esgoto, no bairro Wanel Ville 4. Será feita a filmagem do interior das manilhas para conhecer as condições das mesmas, além da injeção da fumaça para averiguar as interligações na rede. A técnica é denominada nebulização.

O trabalho com o uso da nebulização visa diagnosticar melhorias a serem promovidas. As ações serão realizadas na avenida Dr. José Caetano Graziosi e rua Benedicto Monteiro, onde há cerca de 120 imóveis. É um projeto-piloto na atual direção do Saae-Sorocaba, cuja experiência inicia em local com frequentes chamados dos moradores. “Essa técnica é muito vantajosa, pois não exige que buracos precisem ser abertos por maior extensão da rua para averiguar as condições da rede”, explica o diretor-geral do Saae-Sorocaba, Ronald Pereira da Silva.

Há a possibilidade de vestígios da fumaça de cor branca chegar nas residências. No entanto, a mesma não tem cheiro, não é tóxica e dilui-se no ar muito rapidamente. Por esse motivo ela pode ser aspirada por qualquer pessoa, inclusive crianças, idosos, acamados e também animais de estimação, sem prejuízo à saúde.

A população das ruas que receberão o serviço foi avisada antecipadamente, por meio de panfletos nas contas de água distribuídas nos últimos dias, e também pela empresa contratada pelo Saae-Sorocaba, para realizar o trabalho de diagnóstico para melhorias.