Salles 72 representa Sorocaba em festival de bandas

Por: Thuanne Souza (Programa de Estágio)
Foto: Divulgação

Dando sequência às ações do projeto “Vizinhos Culturais”, uma parceria entre as cidades de Sorocaba, Mairinque, São Roque, Votorantim e Alumínio, neste sábado (5), a partir das 15h, acontecerá o 1º ‘Festival de Bandas’ no Largo do Mendes, em São Roque, com bandas de rock dos quatro municípios. Sorocaba será representada pela banda “Salles 72″.

Iniciativa surgida num encontro de agentes culturais da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), o projeto busca realizar um intercâmbio cultural e valorizar os artistas da região.

O vocalista da “Salles 72″, Luciano Salles, parabeniza a iniciativa das prefeituras parceiras e mostra o desejo do projeto ser expandido para mais cidades que fazem parte da RMS. “Para nós, participar do ‘Vizinhos Culturais’ é uma grande oportunidade de poder mostrar nosso trabalho pra outras cidades da região e prestigiar o trabalho dos colegas, afinal tem muita coisa acontecendo, tem música nova para todos os gostos, não podemos viver só do que já passou. Então, só temos a agradecer e parabenizar essa união das secretarias e desejar que outras cidades também façam parte, porque a arte é fundamental pro ser humano”, comenta Luciano.

De acordo com a Secretaria da Cultura e Turismo (Secultur), também se apresentarão no evento as bandas “Volume Acústico”, de São Roque; “Nub”, de Alumínio; “Canídeos”, de Votorantim; e “Pictória”, de Mairinque. O cronograma do festival será realizado ainda nos dias 12 de maio, em Mairinque; 19, em Alumínio; 26, em Votorantim; e dia 2 de junho, em Sorocaba.

 

Sobre a banda sorocabana

“Salles 72″ é composta por Luciano Salles, vocal e guitarra; Leonardo (Nardinho), guitarra; Luca Salles, bateria; e Felipe Rodrigues, baixo. A banda teve origem no sonho do vocalista Luciano Salles em gravar suas canções, desde o início dos anos 90. Em 2013, o encontro com Leonardo, o “Nardinho”, que trabalhou no projeto ‘Pixinguinha’ com Itamar Assumpção na banda “Isca de polícia”, nos anos 80, acendeu a faísca para o que se materializou no EP “Antes que o mundo acabe”, com a produção de Ricardo Rodrigues e a participação especial de Murilo Carvalho (baixo), Tarick Cientista (guitarra) e Alex Oliveira (backing vocal). Em 2014, foi lançado o EP “Azul Profundo”, com cinco faixas. A formação atual da banda se deu em 2016, quando Felipe Rodrigues, o atual baixista, assumiu as 4 cordas. Hoje no repertório, além de covers de artistas como ACDC e Barão Vermelho,  há também músicas inéditas.

 

Exposição na Biblioteca Municipal continua

O projeto “Vizinhos Culturais” ainda está com a exposição “Um olhar aos anos 20” em cartaz na Biblioteca Municipal “Jorge Guilherme Senger”, localizada na rua Ministro Coqueijo Costa, 180, no Alto da Boa Vista. A mostra traz uma visão regional dessa década, devido a grande efervescência cultural no mundo, com Chaplin, Dadaísmo e Surrealismo, Art Deco, Era do Jazz, Semana da Arte Moderna no Brasil, primeira transmissão de rádio e a quebra da bolsa de Nova York, enquanto em nossa região caminhava a industrialização.

 

 

Tags: