Samu participa de simulação de acidente na Zona Industrial

Por: Roberto Menna – trmenna@sorocaba.sp.gov.br

Uma caldeira explodiu em empresa na Zona Industrial de Sorocaba, na manhã desta quinta-feira (9), e mobilizou unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de equipes do Corpo de Bombeiros, resgate da concessionária CCR ViaOeste e o helicóptero Águia da Polícia Militar, chamados para combater as chamas e controlar o cenário de caos.

Felizmente, o fato foi não passou de uma simulação para treinamento de segurança de brigadistas do Plano de Auxílio Mútuo (PAM), que contou com o apoio de mais de 100 profissionais das instituições envolvidas. As vítimas do acidente fictício foram socorridas pelos paramédicos e mais de 600 funcionários foram retirados de seus postos de trabalho, com total proteção.

O PAM é uma instituição sem fins lucrativos que visa prestar auxílio entre as empresas, municípios, Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil por meio de suprimentos e manutenções diversas, bem como apoiar nas atividades dos órgãos oficiais em caso de sinistros. Em retribuição a essa colaboração, o Corpo de Bombeiros disponibiliza pessoas treinadas para ministrar cursos, vistorias técnicas em caráter de orientação e outros serviços para os integrantes do Plano – como a simulação.

Para Glauco Parrillo Fernandes, gestor administrativo do Samu em Sorocaba, o objetivo era produzir um acidente com todos os elementos de uma situação grave e adversa. “Criamos a ocorrência da forma mais real possível, para que o treinamento em um caso desse porte pudesse ser preciso. Nem os funcionários da empresa estavam sabendo, e tudo ocorreu bem”, conta.

O Samu oferece um serviço de atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência, atendendo em Sorocaba uma média de 1.500 ocorrências por mês. A cidade, atualmente, é munida de 10 viaturas básicas e 02 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que podem ser acionadas pelo telefone 192, de qualquer aparelho, sem uso de fichas ou cartões.

Tags:,