Saúde conquista habilitação e recursos para custear UTI do Samu-192

Por: Evenize Batista - ecbsilva@sorocaba.sp.gov.br

Exatos dez anos depois da inauguração do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) em Sorocaba, o município obteve a habilitação de uma das unidades de suporte avançado – UTI móvel – que faz parte do serviço e passará a receber recursos federais para custeá-la. A confirmação do incentivo financeiro foi obtida esta semana, com a publicação da portaria nº 1.842 do Ministério da Saúde, mencionando a conquista da habilitação da unidade de atendimento e a autorização para que os efeitos financeiros estejam em vigência a partir do mês que vem.

Desde a inauguração, em junho de 2007, o Samu de Sorocaba possui duas unidades de suporte avançado e cinco de suporte básico, mas não recebia recursos para custeio das UTIs, arcando com todas as despesas. A partir de agosto, serão enviadas parcelas mensais totalizando R$ 462 mil por ano para o município referentes a uma dessas UTIs. Esse valor é destinado à cobertura de despesas da unidade móvel de suporte avançado, chamada Alfa 1, que atende casos mais graves com atuação de um condutor socorrista, médico, enfermeiro.

A publicação é mais uma notícia importante para um serviço que é essencial na cidade. Entre as gestões em andamento relacionadas ao atendimento móvel de urgências, um destaque é a ação pioneira que ocorrerá neste segundo semestre, com a unificação das centrais do Samu e do Resgate do Corpo de Bombeiros. Em uma nova sede, instalada no Éden, os dos serviços funcionarão juntos, o que otimizará recursos, agilizará atendimentos e evitará atendimentos em duplicidade.

A unificação dos serviços faz parte dos requisitos para Sorocaba passar a integrar a rede do Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (Grau), conforme parceria entre Estado e Município anunciada no primeiro trimestre deste ano. O Grau é o nível mais especializado de atendimento móvel, considerado a tropa de elite do atendimento móvel, com serviços terrestres e aéreos. A primeira equipe do Grau chegará à cidade com 10 médicos e 11 enfermeiros e dará o suporte especializado principalmente aos casos de trauma e acidentes graves.

Alfa 1 (2) Alfa 1 (1)

Tags:,