Secretaria da Saúde realiza treinamento de Reanimação Cardiopulmonar para servidores

Por: Vander Deziderio (Programa de Estágio) - Supervisão Marcelo de Almeida Júnior

Foto: Fernando Abreu

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), realizou um treinamento de Reanimação Cardiopulmonar (RCP) em Massa aos servidores municipais. A ação realizada na última sexta-feira (9), foi liderada pelo médico cardiologista Péricles Salmazo, membro da diretoria da Sociedade de Cardiologia da cidade e idealizador do trabalho voluntário, que oferece gratuitamente essa capacitação. A ideia do projeto é treinar pessoas para que saibam como agir em uma situação de parada cardíaca. O evento foi realizado no Auditório do Paço Municipal a convite da secretária de Saúde Dra. Marina Elaine Pereira.

O treinamento foi dividido em duas partes: teórico e prático. Na primeira parte, Dr. Péricles utilizou um vídeo produzido pela Liga de Cardiologia, onde dados e dicas são mostrados, além do passo a passo para se prestar o atendimento a uma pessoa que está sofrendo a parada cardíaca. A primeira coisa a se fazer nessa situação, é falar com a pessoa e toca lá. O toque é importante para o caso de pessoas com deficiência auditiva. Observar a respiração e o movimento do tórax também ajuda na identificação, e caso não tenha resposta, a pessoa deve fazer o pedido do serviço de emergência discando 192 ou 193 solicitando que o resgate venha com desfibrilador. É importante que a pessoa passe o máximo de informação possível do local com um ponto de referência para facilitar a chegada do resgate. Após fazer esses primeiros procedimentos a pessoa está autorizada a realizar a massagem. Todos os dias, mais de 720 pessoas apresentam parada cardíaca.

Após a parte teórica, foi desenvolvido o treinamento prático com a ajuda do Dr. Péricles e dos estudantes de medicina que o auxiliaram. Com bonecos feitos de material reciclado, compostos por uma garrafa Pet, pedaços de isopor e uma camisa, foi feita a simulação do atendimento.

Vitor Arienzo, estudante do quarto ano de medicina fala sobre a importância da parte prática. “É muito importante a parte prática por ser algo extracurricular, os bonecos representam de forma fiel de como seria o atendimento e é comprovado que a pressão da garrafa PET é semelhante ao do tórax, por isso que usamos ela para uma simulação próxima a realidade”, explica o auxiliar.

O servidor Fabiano Brito, que participou do treinamento, fala da importância desse projeto. “O treinamento é fundamental para nós que trabalhamos em um local com uma circulação muito grande de pessoas, então caso uma ocorrência surja, é importante saber como ajudar, e quanto mais pessoas treinadas, mais são as chances de salvar uma vida”, ressalta o servidor.

O projeto foi desenvolvido a partir das necessidades identificadas dentro das atividades que o Dr. Péricles faz parte. “A ideia do trabalho voluntário surgiu após a identificação da necessidade que eu vi dentro das atividades que eu desenvolvo na Sociedade de Cardiologia, e a nossa missão é levar o treinamento para a população, principalmente para as escolas, pois as crianças devem também aprender esses procedimentos. Crianças possuem um potencial enorme de compartilhar o aprendizado e isso ajuda a disseminar a informação”, destaca o cardiologista.

Para a secretária da Saúde, Dra. Marina Elaine Pereira, a iniciativa despertou o interesse de muitos servidores. “É muito importante promover uma ação que se torna intersetorial e atrai servidores de todas as secretarias. Hoje, pudemos obter orientações de como salvar vidas, seja onde estivermos”, comenta.

Tags: