Secretária solicitou ao Estado que o bebê Miguel permaneça no Incor

Por: Marcelo Almeida Jr

Em decorrência de informações que circulam pelas redes sociais de que o bebê Miguel voltaria para Sorocaba, a secretária de Saúde da Prefeitura de Sorocaba, Dra. Marina Elaine Pereira, entrou em contato com o governo do Estado de São Paulo solicitando que a criança permaneça internada no Incor ( Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) até apresentar condições clínicas favoráveis para se submeter ao procedimento cirúrgico. Esse pedido foi feito para evitar o risco de morte, caso o paciente fosse transportado de volta a Sorocaba.

A vaga para a cirurgia da criança foi liberada na última quarta-feira (25) pelo CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde do Estado de São Paulo). A Prefeitura de Sorocaba prontamente disponibilizou uma ambulância (UTI Móvel de Suporte Avançado) para realizar a transferência até a cidade de São Paulo. A atual gestão não mediu esforços para resolver essa situação e em todo momento valorizou a importância da vida do bebê, que precisa de uma cirurgia cardíaca de alta complexidade.

Desde o período da gestação da mãe, a Secretaria Municipal de Saúde (SES) vem oferecendo toda assistência na rede à mãe e à criança, conforme orientações preconizadas pelo Ministério da Saúde. Após o nascimento da criança, a SES solicitou o pedido de cirurgia no dia 8 de março de 2018 à Secretaria de Estado de Saúde. Antes de ser transferida, a criança foi assistida e recebeu todos os cuidados pela prestadora da Prefeitura de Sorocaba, o hospital Santa Casa.

Tags: