‘Selo Social’ é entregue a 47 organizações

Por: Pedro Guerra – pguerra@sorocaba.sp.gov.br

Evento reuniu mais de trezentas pessoas no Parque Tecnológico de Sorocaba

O auditório do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) ficou pequeno na noite de quinta-feira (13). Empresas, entidades e órgãos públicos que cumpriram os critérios e requisitos do projeto, e que contribuíram para o desenvolvimento social do município, receberam o Selo Social. O programa é realizado pelo Instituto Abaçaí, em parceria com a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

O Selo Social é uma estratégia para estimular boas iniciativas e reconhecer o trabalho de instituições que investiram em políticas de desenvolvimento social em Sorocaba. Foram 136 projetos sociais desenvolvidos. Deste total, 61 foram apresentados por empresas, 55 por entidades sociais e vinte por órgãos públicos.

Os projetos foram apresentados baseados nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs) estabelecidos pela ONU: combate à fome e à miséria; acesso à educação básica de qualidade para todos; igualdade entre sexos e a valorização da mulher; redução da mortalidade infantil; melhoria da saúde das gestantes; combate à Aids, à malária e a outras doenças; qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; e a união de toda a sociedade em prol do desenvolvimento.

O presidente do Instituto Abaçaí, Áureo Giunco Júnior comentou que o “Selo Social” é uma oportunidade das pessoas se mobilizarem para mudar o mundo literalmente. “É parar de reconhecer coisas ruins que acontecem e mostrar quem são as pessoas que estão mudando e transformando essa cidade em um lugar melhor”, diz ele.

A parceria entre o Instituto Abaçaí com a Prefeitura de Sorocaba é muito importante. “Foi fundamental para trazer a metodologia do Selo Social pra cidade. Ela nos recebe, nos acolhe e nos oferece a infraestrutura necessária para o projeto”, coloca Áureo.

O prefeito Antonio Carlos Pannunzio foi representado na solenidade pela vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social, Edith Di Giorgi. “O Selo Social capacita todas as organizações, levando um diagnóstico social do que é realizado em Sorocaba”, explica vice-prefeita. “Com isso, o trabalho fica mais fixado. Vai valorizar o que a gente mais precisa na cidade. Já foram dois ciclos e, ao todo, são cinco. Se a gente conseguir trabalhar todos eles, eu tenho certeza de que vamos ter um trabalho social muito importante na cidade”, afirma Edith.

A Secretaria da Educação (Sedu) recebeu “Selo Social” com a apresentação dos projetos Clube da Escola, Roteiro Educador e pelo programa Escola da Escola. “É fundamental essa parceria. Todos têm a oportunidade de mostrar seus projetos sociais, sejam empresas, entidades ou órgãos públicos”, disse o secretário da Educação, Flaviano Agostinho de Lima.

No final da cerimônia, o presidente do Instituto Abaçaí lançou o tema do “Selo Social” para o próximo ano: “Integrando e Reconhecendo nossa Cidade”.

Tags:,